PUBLICIDADE

Estrela perto do buraco negro Sagitário A* pode não ser da Via Láctea

Cientistas descobriram que a composição da estrela S0-6, perto do buraco negro da Via Láctea, indica que ela veio de outra galáxia que foi engolida pela nossa

5 dez 2023 - 19h17
(atualizado em 6/12/2023 às 09h46)
Compartilhar
Exibir comentários

Parece que a estrela perto do buraco negro Sagittarius A* veio de fora da Via Láctea. Segundo um novo estudo liderado por Shogo Nishiyama, da Universidade Miyagi de Educação, no Japão, esta é a primeira vez que uma estrela de outra galáxia é vista nos arredores do nosso buraco negro supermassivo.

Foto: EHT Collaboration / Canaltech

O buraco negro também é chamado de Sagitário A* (ou apenas Sgr A*) e fica no centro da Via Láctea. Ele passa a maior parte do tempo adormecido, e de tempos em tempos, absorve gás e poeira. Existem várias estrelas próximas de Sgr A*, mas como sua gravidade é forte demais, o ambiente não é adequado para a formação de novas delas.

Isso sugere que todas as estrelas observadas por lá se formaram em algum outro lugar, e depois migraram para perto do buraco negro. Para descobrir as origens delas, Nishiyama e seus colegas usaram o telescópio Subaru para observar a estrela S0-6, localizada a apenas 0,04 anos-luz de Sgr A*.

Detalhe da estrela S0-6 e do buraco negro Sagittarius A* (Imagem: Reprodução/Miyagi University of Education/NAOJ)
Detalhe da estrela S0-6 e do buraco negro Sagittarius A* (Imagem: Reprodução/Miyagi University of Education/NAOJ)
Foto: Canaltech

Eles descobriram que a estrela tem quase 10 bilhões de anos e sua composição é parecida com aquela das estrelas de pequenas galáxias, como a Pequena Nuvem de Magalhães. Portanto, a melhor teoria para explicar a composição da estrela é que ela veio de alguma galáxia pequena, a qual acabou absorvida pela Via Láctea.

Esta é a primeira evidência observacional que sugere que algumas das estrelas vizinhas de Sagitário A* vieram de fora da Via Láctea — S0-6, por exemplo, parece ter viajado muito mais 50 mil anos-luz até chegar onde foi observada. Depois, ela desceu lentamente em espiral até o centro galáctico.

Isso não significa que o mistério está encerrado. Além de confirmar que S0-6 realmente veio de outra galáxia, os pesquisadores querem também descobrir se ela veio sozinha ou se estaria acompanhada de alguma vizinha.

O artigo com os resultados do estudo foi publicado na revista Proceedings of the Japan Academy Series B.

Fonte: Proceedings of the Japan Academy Series B; Via: NAOJ

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade