PUBLICIDADE

Estas são as incríveis dunas de areia de Marte

Marte tem dunas grandes e curiosas. Saiba mais sobre as dunas do Planeta Vermelho e sobre o que podemos aprender com elas

4 mar 2024 - 18h55
(atualizado em 5/3/2024 às 10h52)
Compartilhar
Exibir comentários

As dunas, feitas de areia acumulada esculpida pelo vento, ocorrem na Terra e até em mundos da ficção como no planeta desértico Arrakis, presente na saga Duna. Mas, quando o assunto são dunas extraterrestres conhecidas, as mais estudadas pelos cientistas são aquelas em Marte. 

Foto: NASA/JPL-Caltech/ASU / Canaltech

Antes de saber mais sobre as dunas de Marte, vale lembrar primeiro o que é uma duna. Elas são formadas pelo acúmulo de partículas e podem chegar a alguns metros de altura — e, ao contrário do que ocorre no primeiro filme da saga ou no recente Duna: Parte 2, não escondem enormes vermes em seu interior. Ufa!

Dunas de Marte

As dunas de Marte são preenchidas por areia de composição que varia de acordo com a das rochas. Por exemplo: na Terra, as rochas de granito são mais comuns, mas grande parte da areia é feita de quartzo. Já no Planeta Vermelho, as rochas mais comuns são basaltos vulcânicos, conhecidos por ter cor escura. 

Dunas em Marte que lembram o formato do logo da Frota Estelar, da franquia Star Trek (Imagem: Reprodução/NASA)
Dunas em Marte que lembram o formato do logo da Frota Estelar, da franquia Star Trek (Imagem: Reprodução/NASA)
Foto: Canaltech

Isso faz com que as partículas de areia destas rochas também sejam escuras. Mas, curiosamente, as dunas marcianas têm cor clara — para alguns cientistas, a diferença pode ocorrer porque partículas de poeira mais claras podem cair da atmosfera, cobrindo as mais escuras nas dunas. 

Em nosso planeta, as dunas têm formatos variados, e muitos deles também são encontrados em Marte. É por isso que, por lá, os principais tipos de dunas são:

  • Megaondulações;
  • Parabólicas;
  • Transversais;
  • Estelares.

Ao longo dos últimos anos, dados obtidos por sondas como a Mars Reconnaissance Orbiter, da NASA, e outras missões espaciais, vêm ajudando os cientistas a estudar as dunas marcianas em detalhes sem precedentes. 

Por que estudar dunas de Marte

As dunas de Marte são para lá de curiosas: as missões que estudam o Planeta Vermelho já revelaram megadunas, dunas brilhantes, azuladas e muito mais. Mas, afinal, o que estas formações tão "diferentonas" podem nos ensinar?

Para começar, é importante ter em mente que a superfície marciana é coberta por areia em movimento constante graças aos ventos que sopram o tempo todo. Assim, as dunas permitem que os cientistas interpretem como o vento e a areia se comportam no Planeta Vermelho. 

Abaixo, você confere a duna Namib em 360º, vista pelos "olhos" do rover Curiosity:

Já a ação dos ventos faz com que a paisagem marciana seja um verdadeiro deserto em evolução constante, marcado por dunas de formatos e alturas diversos — algumas, inclusive, são maiores que os mais altos arranha-céus da Terra. 

Com análises da velocidade e direção dos padrões do vento em Marte de acordo com as regiões, os cientistas podem entender a velocidade com que o formato das dunas do planeta pode mudar. 

Conforme se movem, as dunas causam erosão e expõem formações rochosas que, talvez, tenham abrigado antigos ambientes habitáveis. Tais regiões são de grande importância para o planejamento de futuras missões tripuladas em Marte, já que os astronautas vão precisar de locais para se proteger das duras condições do Planeta Vermelho.  

Fotos das dunas de Marte

Abaixo, você encontra uma galeria com fotos das dunas mais curiosas de Marte.

NASA/JPL-Caltech/University of Arizona
NASA/JPL-Caltech/University of Arizona
Foto: Canaltech
NASA/JPL-Caltech/UArizona
NASA/JPL-Caltech/UArizona
Foto: Canaltech
NASA/JPL-Caltech/UArizona
NASA/JPL-Caltech/UArizona
Foto: Canaltech
NASA/JPL–Caltech/University of Arizona
NASA/JPL–Caltech/University of Arizona
Foto: Canaltech
NASA/JPL/Cornell
NASA/JPL/Cornell
Foto: Canaltech
NASA/JPL-Caltech/University of Arizona
NASA/JPL-Caltech/University of Arizona
Foto: Canaltech
NASA/JPL-Caltech/UofA
NASA/JPL-Caltech/UofA
Foto: Canaltech
NASA / JPL / University of Arizona
NASA / JPL / University of Arizona
Foto: Canaltech

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade