PUBLICIDADE

Destaque da NASA: buraco negro da Via Láctea na foto astronômica do dia

O destaque da NASA hoje traz Sagittarius A*, o buraco negro da Via Láctea e a luz polarizada emitida pela matéria ao redor dele

1 abr 2024 - 15h09
(atualizado às 18h15)
Compartilhar
Exibir comentários

A foto destacada pela NASA nesta segunda-feira (1º) nos diz um pouco do que acontece em Sagittarius A*, o buraco negro no coração da Via Láctea. A imagem mostra que o objeto está se alimentando de matéria em um disco magnetizado, que emite luz polarizada. 

Para obter uma imagem de luz polarizada, é preciso usar filtros que capturam só os fótons orientados no mesmo sentido. Desta forma, os cientistas podem estudar campos magnéticos e outras características de fontes luminosas que talvez passassem despercebidas. 

Luz polarizada vinda da matéria ao redor do buraco negro Sgr A* (Imagem: Reprodução/EHT Collaboration)
Luz polarizada vinda da matéria ao redor do buraco negro Sgr A* (Imagem: Reprodução/EHT Collaboration)
Foto: Canaltech

O buraco negro Sagitário A*, como é chamado em português, aparece nesta foto feita com os dados obtidos pelos radiotelescópios do projeto Event Horizon, espalhados pelo mundo. O esforço foi necessário: devido à distância, o buraco negro aparece para nós com o mesmo tamanho que uma rosquinha teria se estivesse na Lua e fosse vista da Terra!

Já as linhas curvas mostram a luz polarizada, que provavelmente veio do gás magnetizado a caminho de ser devorado pelo objeto. "O que estamos vendo agora é que existem campos magnéticos fortes, torcidos e organizados perto do buraco negro do centro da Via Láctea", descreveu Sara Issaoun, colíder do projeto. 

Sagitário A*, o buraco negro da Via Láctea

Localizado a mais de 25 mil anos-luz da Terra, Sgr A* (lê-se "Sagitário A estrela") é o buraco negro supermassivo no centro da Via Láctea, na constelação de Sagitário. Ele pesa cerca de quatro milhões de vezes a massa do Sol, e está confinado em um objeto com raio de apenas 6,7 bilhões de quilômetros. 

Os cientistas já suspeitavam há décadas que havia algo escondido no centro da Via Láctea, mas não sabiam exatamente do que se tratava. Observações das estrelas por lá mostraram que elas estava orbitando algo invisível, compacto e muito massivo, o que indica que deveria existir um buraco negro na região.

A imagem do projeto EHT é a primeira evidência visual de Sgr* ali, e a parte escura no centro é sua sombra. Claro, a foto não mostra o buraco negro em si porque nem mesmo a luz escapa dele. Por outro lado, a imagem mostra a sombra dele cercada por um anel brilhante, revelando a luz distorcida pela intensa gravidade do objeto.

Fonte: APOD

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade