4 eventos ao vivo

Brasileiros repatriados de Wuhan iniciam viagem de volta

Previsão é de que o grupo chegue ao Brasil na madrugada de domingo; brasileiros relataram emoção de voltar ao País

7 fev 2020
17h53
atualizado às 19h42
  • separator
  • 0
  • comentários

SÃO PAULO - Os brasileiros que estavam na cidade de Wuhan, na China, epicentro do surto do coronavírus, embarcaram nesta sexta-feira, 7, no voo que irá trazê-los de volta para o Brasil - mais especificamente para Anápolis, em Goiás. Ao chegar no País, o grupo de 31 pessoas irá cumprir um período de quarentena de 18 dias. A previsão é de que eles cheguem na madrugada de domingo, 9.

Brasileiros são repatriados de Wuhan, epicentro da epidemia de coronavírus
Brasileiros são repatriados de Wuhan, epicentro da epidemia de coronavírus
Foto: Ministério das Relações Exteriores/Divulgação / Estadão

A estudante Indira dos Santos, de 34 anos, relatou ao pai, José Rubens Campos, a emoção do embarque. "Foi emocionante de verdade. Quando a gente entrou no avião disseram 'bem-vindo ao Brasil", escreveu Indira, que faz doutorado em Economia e vive na China há cerca de um ano.

Já o servidor público aposentado José Neves de Siqueira Junior, pai do estudante Vitor de Siqueira, de 28 anos, foi para Anápolis mesmo sabendo que não poderá ter contato com o filho pelas próximas semanas. "Nós estamos extremamente ansiosos. Formamos um núcleo pequeno de pais que estão aqui em Anápolis para que eles saibam que, mesmo sem poder abraçá-los agora, eles se sintam fortalecidos ao saber da nossa presença", disse ele, de Belo Horizonte. O jovem faz especialização em Mandarim na cidade chinesa.

Durante a quarentena, três vezes ao dia, cada pessoa terá que passar por exames médicos, a fim de verificar sinais vitais e demais sintomas que possam surgir. Todos poderão circular por uma área externa e delimitada do prédio da base aérea, mas terão de usar máscaras cirúrgicas nesses momentos. A refeição será levada para o local e colocada em recipientes, para que todos se sirvam.

Concluída a quarentena de 18 dias sem nenhum tipo de reação suspeita, os repatriados e a tripulação acompanhante serão liberados para irem para suas casas.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade