PUBLICIDADE
Atriz de novelas da Record, SBT e Globo, Dani Moreno é voluntária de duas ONGs de proteção animal  Foto: Arte: Stella Dalcin/ Foto: Priscila Prade

Atriz Dani Moreno é voluntária de ONGs da causa animal: “veganismo não é caro”

Seja usando as redes sociais, trabalhando em campanhas ou fazendo trabalho braçal, atriz da Record conta como é ser ativista pelos animais

Imagem: Arte: Stella Dalcin/ Foto: Priscila Prade
Compartilhar
30 nov 2023 - 04h00

Conhecida por interpretar Furação, na novela “Amor Sem Igual” (2020/2021), da Record, Safira em “Cúmplices de um Resgate” (2016), do SBT, e Aisha em “Salve Jorge” (2013), da Globo, a atriz Dani Moreno se divide entre a televisão, o teatro e o trabalho voluntário na causa animal.

Vegetariana há dez anos e vegana há cinco, um de seus primeiros trabalhos como ativista pelos animais aconteceu com o convite para ser embaixadora da Segunda Sem Carne, uma campanha da ONG Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), que incentiva pessoas e instituições a substituírem alimentos de origem animal das refeições em um dia da semana.

"A SVB sempre tocou o meu coração porque ela tem uma estrutura de trabalho social e de comunicação extremamente acessível, ela democratiza o veganismo, sempre atuando de forma direta e levando soluções”, conta Dani, em entrevista exclusiva a Planeta.

A atriz explica que, para ela, uma das frentes mais importantes da organização é quebrar o estereótipo de inacessível que o veganismo tem. Eles fazem isso levando campanhas e programas, como o Segunda Sem Carne, para escolas públicas, creches, prefeituras e empresas. 

O veganismo não é caro. Quando você tira os produtos de origem animal do seu prato e vai a uma feira, você não vai gastar mais do que gastaria comprando carne e derivados

- Dani Moreno, atriz e ativista pelos animais

Outros trabalhos da organização são os de incluir o Selo Vegano em produtos encontrados nos supermercados, facilitando a escolha do consumidor, e organizando eventos, como o VegFest, que acontece entre hoje (30/11) e domingo (3/12), com feira gratuita e ciclo de palestras.

Dani Moreno junto aos animais no Santuário Vale da Rainha
Dani Moreno junto aos animais no Santuário Vale da Rainha
Foto: Arte: Stella Dalcin/

Trabalho em fazenda que cuida, não explora

Nessa semana, Planeta publicou uma matéria sobre o caso de mil búfalas abandonadas para morrer de fome em uma fazenda no interior de São Paulo. O santuário Vale da Rainha é uma das ONGs encarregadas em resgatar os animais e é outro local onde Dani também realiza trabalho voluntário.

Quem pensa que atriz de novela vive só de glamour, está enganado. Lá, ela bota a mão na massa, ajudando a limpar os chiqueiros, a trocar água dos animais, a dar comida e a fazer todo o trabalho braçal que uma fazenda exige.

“O primeiro contato que tive com o Vale da Rainha foi por meio de um vídeo em que Patrícia [uma das fundadoras] cantava junto com um boi. Eu me encantei absurdamente pela forma singela em que ela consegue mostrar a conexão dos animais com os humanos”, lembra Dani.

Para a atriz, a forma como Patrícia se comunica é extremamente forte e sensível. “E eles estão o tempo todo dispostos a salvar o máximo de vidas que podem. Eu acho um trabalho tão lindo e tão incansável, de uma forma tão bonita e sublime, eles batem de frente com uma indústria [de produtos de origem animal] que massacra”.

Comunicação é muito importante

Durante toda a entrevista, a atriz menciona a comunicação: tanto a da SVB, com linguagem democrática, quanto a do Vale da Rainha, que faz ativismo com leveza e compaixão. 

Uma outra forma importante de Dani contribuir para a causa é por meio das suas redes sociais. Só no Instagram, ela tem 705 mil seguidores e, quase diariamente, compartilha posts e fala sobre as campanhas das organizações onde atua.

“Hoje, a comunicação está nas redes sociais. É importante usarmos o Instagram com sabedoria, com o objetivo de divulgar, conversar e compartilhar”, diz a atriz.

A atriz Dani Moreno trabalhou por três anos na ONG Sociedade Vegetariana Brasileira
A atriz Dani Moreno trabalhou por três anos na ONG Sociedade Vegetariana Brasileira
Foto: Arte: Stella Dalcin

Pequenas grandes vitórias

"Cada pessoa que me manda uma mensagem dizendo que tirou a carne em um dia da semana, pra mim já é uma vitória. Cada pessoa que me diz que virou vegetariana porque começou a ver o que eu posto, já é uma vitória”, fala Dani sobre as recompensas que o trabalho voluntário traz para a sua vida. “A grande vitória é tocar um coração por dia, que seja”.

A atriz recomenda às pessoas que desejam ser voluntárias que entrem em contato com as ONGs que mais se identificam, que frequentem eventos e que conversem com outras pessoas do movimento. Caso não possa dedicar muito tempo, uma outra alternativa é realizar doações ou praticar ativismo digital, levando os posts das organizações a mais pessoas.

Para conhecer, se voluntariar ou doar para Vale da Rainha, clique aqui, e para a Sociedade Vegetariana Brasileira, clique aqui.

Fonte: Redação Planeta
PUBLICIDADE