PUBLICIDADE

25 nomes para bebês inspirados na realeza africana

Conheça alguns nomes fortes e cheios de história para bebês, como Amina, Nandi e Makeda

29 out 2023 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
Nomes de pertencentes da realeza africana para se inspirar
Nomes de pertencentes da realeza africana para se inspirar
Foto: iStock/katleho Seisa

Além da beleza da grafia, os nomes africanos carregam história, luta e força. Confira:

  • Amina: nome da rainha de Zazau, que se localiza na Nigéria atualmente. Amina foi uma guerreira que protegeu seu povo com a construção de uma muralha, conhecida por “muros de Amina”. 
  • Tiye: foi uma das rainhas de Kemet, no Egito Antigo, entre 1398 a 1338. A rainha também era conhecida pelos nomes Taia, Tiy e Tiyi.  
  • Makeda: significa “grandiosa” e foi o nome da rainha de Sabá, do antigo reino da Arábia Feliz. O nome Makeda é de origem etíope e é mencionado em livros religiosos pelo nome ou pelo cargo “Rainha de Sabá”. 
  • Nefertiti: casada com o filho de Tiye, o faraó Aquenáton, Nefertiti foi rainha de Kemet a partir de 1370. O significado do nome Nefertiti é “a mais bela chegou”. 
  • Nefertari: significa “a mais bela, a mais perfeita”. Nefertari foi uma rainha egípcia do Kemet, atual Egito. Ela era casada com o Faraó Ramessés II e realizava negociações de paz com os reinos vizinhos. 
  • Ramsés II: foi um faraó egípcio que ficou conhecido pelos grandes feitos durante seu governo entre 1279 a 1213 antes de Cristo. Ramsés era chamado de “O Grande”. 
  • Narmer: faraó do Egito nos anos 3000 antes de Cristo. Narmer foi responsável por unir os reinos do Baixo Egito e Alto Egito durante seu governo. 
  • Akosua: atual princesa de Wenchi em Gana, Akosua tem 56 anos e é atriz e escritora. Ela já participou de algumas obras cinematográficas. . 
  • Mansa: Mansa Musa foi o rei africano mais rico da sua época. O rei comandou o Império de Mali no século 14. 
  • Kahina: em árabe significa “profetista” ou “vidente”. Kahina ou Dyhia foi uma líder militar e religiosa que comandava um estado no nordeste da atual Argélia. Com o passar dos anos, o nome da líder foi relacionado à liberdade, já que Kahina lutou contra a expansão islâmica. 

10 nomes de bebês inspirados em rainhas africanas 10 nomes de bebês inspirados em rainhas africanas

  • Ndatté: rainha do reino de Waalo, localizado no noroeste do Senegal atualmente. Ndatté Yalla lutou contra a colonização francesa durante o seu reinado. 
  • Adelina: fez parte da realeza do Haiti como imperatriz consorte entre 1849 até 1859. 
  • Menelik:  descendente da rainha de Sabá, Menelik foi rei da Abíssinia entre 1844 a 1913. 
  • Mentewab: imperatriz da Etiópia entre os anos de 1700. Mentewab também era conhecida por Welete Givorgis, que significa “filha de São Jorge”. 
  • Yennega: nascida em Gana, Yennega foi princesa do reino de Dagomba e é considerada “Rainha da Nação” pelos povos de Burkina Faso, país da África. 
  • Sundiata: Sundiata Keita fundou o império pré-colonial africano, chamado Mali. 
  • Nzinga: a angolana conhecida por Ginga ou Nzinga foi rainha do reino Dongo e depois do reino Matamba até a sua morte em 1663. Nzinga foi reconhecida também como Ana de Sousa por Portugal. 
  • Cleópatra: a rainha egípcia mais famosa nasceu em Alexandria, no Egito. A comandante governava o reino Ptolemaico. O nome Cleópatra tem origem grega e signfica "grande como o pai".

Nomes de origem africana para bebês Nomes de origem africana para bebês

  • Agontimé: rainha-mãe do reino de Daomé, Agonimé foi escravizada e trazida ao Brasil. Segundo fontes históricas, a rainha africana foi uma das responsáveis por trazer religiões de matriz africana para terras brasileiras. 
  • Idia: rainha do povo de Benim, onde é atualmente a Nigéria. Idia foi uma guerreira que lutou contra o seu reino junto com o filho Esigie. 
  • Yaa: rainha-mãe de Fijsu, do império Ashanti no pré-colonialismo africano. Yaa Asantewaa liderou rebeliões contra o colonialismo britânico. 
  • Kigeli: último rei de Ruanda, país da África Oriental, Kigeli V tomou posse em 1959 e ficou no reinado até 1961. 
  • Shaka: também conhecido como Tchaka ou Chaka, ele foi um estrategista militar africano e depois foi considerado Rei dos Zulu, um grupo étnico na África do Sul. 
  • Nandi: Nandi ka Bhebhe foi rainha do reino Zulu. Durante seu reinado, sofreu problemas com o pai do seu filho. Após sua morte, a rainha Zulu Nandi ka Bhebhe foi reconhecida pela maternidade e trajetória.  
  • Ranavalona: rainha de Madagascar, Ranavalona lutou contra a invasão europeia no país durante os anos de 1820 a 1861. 
Fonte: Redação Nós
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade