PUBLICIDADE

Saiba tudo sobre Horizon Forbidden West

Sequência de Zero Dawn chega com a responsabilidade de consolidar a franquia

27 jan 2022 15h41
| atualizado às 15h41
ver comentários
Publicidade
Forbidden West coloca Aloy em uma área majestosa e perigosa
Forbidden West coloca Aloy em uma área majestosa e perigosa
Foto: Divulgação / SIE

A jovem caçadora Aloy conquistou imediatamente uma legião de fãs desde sua jornada em busca da verdade em Horizon Zero Dawn, lançado em 2017. O jogo consolidou as bases do RPG de ação em um mundo pós-apocalíptico da Guerrilla Games com sua natureza exuberante, que retomou as ruínas de uma civilização há muito esquecida, uma história cativante e terríveis criaturas mecânicas.

Agora, cinco anos depois, a vida na Terra segue seu rumo à extinção, e é hora de desbravar o Oeste Proibido em um dos jogos mais aguardados do ano. Horizon Forbidden West chega no dia 18 de fevereiro com a responsabilidade de consolidar a franquia e responder às perguntas deixadas pelo seu antecessor.

A história de Horizon Forbidden West

Forbidden West dá sequência à jornada de Aloy, que parte em direção ao oeste norte-americano para descobrir a causa por trás de uma estranha praga que está matando animais, plantas e dizimando tribos. Além disso, tal praga parece ser a responsável por transformar o clima local em uma tempestade constante.  

Em sua viagem por este mundo aberto - pouco maior do que o mapa do primeiro jogo, segundo a desenvolvedora -, Aloy conhecerá novas tribos, algumas delas hostis, e enfrentará dezenas de novas máquinas enquanto procura uma forma de curar a praga. Forbidden West também contará com diversas missões secundárias, mas segundo Mathijs de Jonge, Diretor do game, haverá uma maior sensação de realização em cada uma delas e seus personagens-chave terão mais importância.

Novas mecânicas de jogabilidade e combate

Embora a jogabilidade de Forbidden West seja facilmente reconhecível para aqueles que jogaram seu antecessor, tudo está mais refinado e há algumas novidades. Aloy ainda carrega sua lança e seu arco, mas terá novos armamentos à sua disposição - e novas habilidades interessantes.

A primeira delas promete aumentar o potencial de exploração e proporcionar maior verticalidade ao jogo da Guerrilla. Forbidden West conta com um sistema de escalada livre que se torna possível graças à Lança-Gancho, um dispositivo mecânico de pulso que possui duas funções. A primeira é servir como um gancho de escalada, que permite travessias rápidas e fáceis pelo ambiente e também permite lançar Aloy no ar para que ela possa se agarrar em uma beirada mais alta; a segunda é uma espécie de guincho, que deixa o jogador manipular, mover e destruir objetos no ambiente.

Aloy também conta com um Planador. De forma semelhante ao que vimos em The Legend of Zelda: Breath of the Wild, Forbidden West oferece uma forma divertida de voltar de uma escalada e descer rapidamente de altitudes elevadas - além de garantir belíssimas vistas. O Planador pode ser usado até mesmo em combate e promete facilitar o pouso em montarias e estender o leque de ataques aéreos.

Por fim, há uma Máscara de Mergulho que levará a protagonista para um mundo subaquático pronto para ser explorado.

Já quando o assunto é combate, além das novas possibilidades de movimentação e de armas inéditas, Forbidden West apresenta um novo sistema com diversas melhorias que garantirão liberdade de escolha ao jogador e tornam as habilidades da protagonista mais fiéis à sua identidade. A árvore de habilidades foi completamente refeita e reestruturada, e conta com novidades que promovem e melhoram os mais diferentes estilos de jogo ou combinações de estilos - e tudo isso de uma forma mais fluida, tanto do lado dos humanos quanto das máquinas.

As novas máquinas de Horizon 

Falando em máquinas, a Guerrilla adicionou uma boa quantidade delas e deu traços pessoais a cada uma. Se Horizon Zero Dawn contava com mais de 25 máquinas presentes no jogo, Forbidden West expande o catálogo e traz as seguintes novidades: 

  • Rollerback: Uma máquina semelhante à um tatu e que atinge altas velocidades
  • Burrower: Parecidos com os Watchers do primeiro jogo, servem para alertar outras máquinas que estejam próximas
  • Bristleback: Uma besta parecida com um javali, com grandes presas
  • Clamberjaw: Máquinas semelhantes aos Babuínos, muito ágeis e que atacam em grupo
  • Tremortusk: Uma enorme besta, semelhante à um Mamute e fortemente blindada
  • Clawstrider: Podem ser comparadas aos Velociraptors e sempre viajam em bandos
  • Shellsnapper: Parecida com uma tartaruga gigante, uma unidade de combate com uma concha protetora e ataques perigosos
  • Tideripper: Uma máquina anfíbia parecida com um Plesiossauro e que pode atacar tanto em terra quanto embaixo d’água
  • Sunwing: Uma máquina voadora, semelhante à um Pterodáctilo, com painéis solares nas asas.

Cada máquina tem comportamentos e funcionalidades únicas, além de estarem conectadas, servindo à um fim maior e tornando todo o ecossistema harmônico, conferindo autenticidade ao jogo.

Lançamento, plataformas e preços

Horizon Forbidden West já entrou em status 'gold' e será lançado no dia 18 de fevereiro e, ao menos inicialmente, estará disponível apenas para as plataformas da Sony: PlayStation 4 e PlayStation 5. Recentemente, a desenvolvedora revelou pela primeira vez alguns trechos do jogo rodando no PlayStation 4 Pro:

Por fim, o jogo já está disponível para compra antecipada em três edições: Edição Padrão para PS4 por R$ 299,90, Edição Padrão para PS5 por R$ 349,90 e Edição de Luxo Digital, contendo o jogo para as duas plataformas e diversos extras, por R$ 399,50.

Fonte: Game On
Publicidade
Publicidade