PUBLICIDADE

Ronaldinho Gaucho vira garoto-propaganda de 'bitcoin' da Atari

Conhecido nas redes pela aleatoriedade, Ronaldinho Gaúcho agora é o garoto propaganda da Atari Token

30 jun 2021 14h22
| atualizado às 14h26
ver comentários
Publicidade
Foto: ISTOÉ Gente

A Atari anunciou nesta semana o lançamento de sua própria criptomeda, a Atari Token, que terá o atleta brasileiro Ronaldinho Gaúcho como embaixador. O jogador já esteve envolvido em um projeto similar, quando tentou criar a sua própria moeda digital, a Ronaldinho Coin Soccer.

Foto: Atari / Divulgacão

Desde o sucesso das bitcoins, várias empresas passaram a investir no setor de criptomoedas, e a Atari, pioneira dos videogames entrou na onda com sua Atari Token e para popularizar a moeda, decidiu investir em uma parceria com um rosto conhecido em todo o mundo, como Ronaldinho Gaúcho.

O rei do "rolê aleatório"

O ex-jogador de futebol ficou conhecido na internet nos últimos anos pela aleatoriedade de suas aparições na mídia. Se Ronaldinho Gaúcho estampar uma criptomoeda da Atari não foi o suficiente, confira alguns exemplos de quando o jogador surpreendeu o público com aparições supresas e situações inusitadas.

Ronaldinho e o tambor na copa de 2018

Na cerimônia de encerramento da Copa do Mundo de 2018 na Rússia, sem ninguém esperar, Ronaldinho apareceu tocando tambor junto com a equipe de artistas que realizavam a cerimônia.

Ronaldinho lutador?

O jogador apareceu também de surpresa em um trailer divulgando o filme Kickboxer 3: A Retaliação, onde Ronaldinho aparece treinando com ninguém menos que Mike Tyson, estrela do boxe.

Ronaldinho Gaúcho e o reality show árabe

Em 2015 o Gaúcho apareceu em um reality show árabe disfarçado de segurança para pregar uma peça no público, ao mostrar suas habilidades únicas com uma bola de futebol.

Ronaldinho e a prisão no Paraguai

Este acontecimento talvez defina o apelido de "Rei do Rolê Aleatório". Em 2020, o jogador foi preso ao entrar no Paraguai com passaportes falsificados, o que já chamou a atenção da mídia. Mas a surpresa foi alguns dias após a prisão, guardas relatarem que Ronaldinho foi o responsável de entregar o troféu do campeonato dos detentos aos campeões, além de ser tietado pelos funcionários do presídio.

Além de ter sido pentacampeão do mundo em 2002 com a seleção brasileira, Ronaldinho também conquistou o prêmio de melhor do mundo em duas oportunidades, nas temporadas de 2004-2005 e 2005-2006. Gaúcho está aposentado dos campos desde 2018. O último clube que o meia defendeu foi o Fluminense, no ano de 2015.

Fonte: Game On
Publicidade
Publicidade