PUBLICIDADE

Os 10 melhores jogos de corrida para PlayStation 3

No PS3, grandes lendas do automobilismo foram homenageadas, com a série F1 voltando aos clássicos e Gran Turismo 6 fazendo homenagem a Senna

10 abr 2023 - 18h30
(atualizado às 20h48)
Compartilhar
Exibir comentários

Uma nova geração de consoles, mas também uma volta ao passado. Entre grandes clássicos e novos episódios de franquias renomadas, o PlayStation 3 também marcou um momento em que grandes franquias de jogos de corrida deram uma olhada no retrovisor para prestigiar ícones ou relembrar momentos célebres do automobilismo.

Foto: Reprodução/Canaltech / Canaltech

Foi aqui que a série F1, agora consolidada como uma franquia anual que reproduz a temporada do ano pelas mãos da Codemasters, abraçou o conteúdo clássico pela primeira vez. Entre Williams, Lotus e Ferraris antigas, porém, uma ausência ficou notória e logo suprida: Ayrton Senna foi o rosto de toda uma sequência de conteúdos em Gran Turismo 6, o primeiro grande game da marca para o PS3.

E estes são apenas dois destaques de uma geração com jogos de corrida para todos os gostos. Confira 10 dos melhores jogos de corrida para o PlayStation 3 que o Canaltech listou para você.

10. Blur

Veículos reais e uma cidade noturna estilizada se reúnem em um game peculiar, com bastante personalidade e foco na diversão. A obra da Bizarre Creations mistura a jogabilidade arcade de um bom título de corrida com ares de combate veicular, com os carros correndo por circuitos urbanos enquanto usam armas para impedir que os outros competidores cheguem à linha final.

Um sistema virtual de fãs faz com que a corrida de Blur vá além da própria velocidade. Manobras e ataques a oponentes garantem mais seguidores, enquanto objetivos variáveis fazem com que as corridas sejam disputadas do início ao fim, mesmo que o jogador tenha amplo domínio do volante.

9. Sonic & All-Stars Racing Transformed

Muitos tentaram copiar ou emular o sentimento de Mario Kart, com este sendo um competidor improvável a, efetivamente, conseguir isso. Contra todas as possibilidades e em meio a uma série de títulos do ouriço azul que deixaram a desejar, a Sumo Digital conseguiu duas vezes, com esta sequência levando adiante a grande diversão já proporcionada pelo antecessor.

Sonic & All-Stars Racing Transformed traz uma seleção de personagens não apenas de jogos do personagem, mas também da própria SEGA, com destaque para a lembrança a clássicos como Jet Set Radio e Space Channel 5. Além disso, não temos apenas carros, mas também barcos e aviões para serem pilotados, em uma dinâmica envolvendo drifts, atalhos e, claro, poderes especiais, além de alterações no cenário que mudam as corridas a cada volta.

8. Wipeout HD

A franquia de naves antigravitacionais exclusiva da Sony retornou no PS3 para o que seria, sabemos hoje, seu último título para consoles de mesa. Antes de abraçar o PlayStation Vita, a marca seguia ampliando seus limites e entregando uma ação ainda mais frenética, com o maior poderio gráfico possibilitando a geração de mais caos na tela.

Wipeout HD reúne pistas das versões da série para o PSP e conteúdos inéditos, como uma nova e elogiada trilha sonora, além de novos poderes e opções de customização para as naves. São cinco modos de jogo e a introdução de um sistema de assistência voltado aos pilotos novatos, abrindo as portas para recém-chegados à competição.

7. MotorStorm: Pacific Rift

Outra franquia que ficou para trás nos idos do PlayStation 3, esta trazia uma mistura de veículos off-road e, também, foco na jogabilidade arcade aliada ao combate veicular. Em cenários paradisíacos, monster trucks dividem espaço com jipes e motos em corridas interativas, nas quais os próprios cenários também sofrem os danos causados por todo esse peso.

MotorStorm: Pacific Rift trouxe melhorias no sistema de danos e novas maneiras de selecionar personagens e veículos, além de contar com um recurso que permitia pausar e rever colisões ou destruições em massa para capturas de tela, antes de isso ser um recurso padrão dos consoles. São 16 pistas e dezenas de opções destrutivas em alta velocidade.

6. Midnight Club: Los Angeles

Está ficando repetitivo falar aqui em franquias que deixaram saudades, mas o que fazer quando algum dos melhores jogos de corrida do PS3 são justamente delas? A série em questão é do tempo em que a Rockstar fazia mais do que apenas GTA e Red Dead Redemption, entregando no último exemplar de sua série de velocidade um título que até hoje é lembrado como um dos clássicos do gênero.

Os carros são os protagonistas de Midnight Club: Los Angeles, com mais de 40 opções trafegando pelas ruas da cidade americana em um mundo aberto — incluindo também algumas motos. Os jogadores podem rodar livremente e contar com um ciclo de dia e noite, com as provas que acontecem à luz do Sol não sendo as mesmas da calada noturna, enquanto um sistema de clima também puxado para o realismo altera as condições destas provas ilegais.

5. DiRT 3

Começamos a nos aproximar do mundo dos simuladores e, aqui, vamos falar de uma empresa que se tornou uma das maiores do ramo, justamente, no PS3. A Codemasters firmava com DiRT 3, ao lado de outros nomes como a série F1 e Grid, seu nome como uma das grandes representantes do gênero, trazendo uma jogabilidade que tentava ser realista ao mesmo tempo em que não se esquecia da acessibilidade.

Diferentes modalidades do rally aparecem dispostas em um game que surpreendeu pelo conjunto gráfico e, também, por não se esquecer das provas mais focadas na habilidade e nos objetivos especiais. O saudoso Ken Block liderava o elenco de pilotos reais disponíveis para os jogadores, enquanto essa volta ao mundo dava nova cara para uma franquia que continua até os dias de hoje.

4. Need for Speed: Most Wanted

No PS3, os jogadores já esperavam um retorno da série Underground, mas foi outra subfranquia da Electronic Arts que recebeu o tratamento de luxo. A tarefa de trazer a série de volta a uma de suas tantas origens ficou nas mãos da Criterion, que desde 2012 alterna o comando da marca com a Ghost Games.

Após uma abertura ao som da banda Muse, os jogadores são apresentados ao mundo aberto de Fairhaven. Sem a história do Need for Speed: Most Wanted original, o objetivo aqui é competir até o topo do ranking de corridas ilegais, incomodando figurões do cenário, enquanto pilotamos veículos baseados em modelos reais, com direito a sistema de destruição e fugas insanas da polícia.

3. F1 2013

Tocada desde 2010 pela Codemasters, a franquia oficial de jogos baseados na Fórmula 1 chegava a seu quarto capítulo com uma proposta ambiciosa. Não apenas tínhamos acesso a toda a temporada do esporte, com pilotos, pistas e um modo carreira em que nosso próprio piloto competia com os grandes, tivemos aqui nosso primeiro olhar para o passado.

Com isso, o total de 22 competidores e 19 circuitos era expandido com a adição de carros clássicos dos anos 1980 e 1990, bem como pistas que fizeram histórias na Fórmula 1, mas não faziam mais parte do calendário. F1 2013 misturava tudo, com as máquinas antigas podendo correr nas pistas atuais e vice-versa, em um modo clássico que acabou expandido ou removido nas iterações futuras da franquia.

2. Burnout Paradise

Mais um na pegada dos games de mundo aberto com trilhas sonoras de ouvir sorrindo, este game explica por que a Criterion se tornou um dos grandes nomes dos jogos de corrida. Antes de chegar à franquia Need for Speed, ela já andava em velocidade da "Cidade do Paraíso", onde a velocidade só não é mais alta que a destruição.

Com jogabilidade arcade, Burnout Paradise tem diferentes modos e veículos, bem como uma série de atualizações de conteúdo que trouxeram ainda mais opções ao longo do ciclo de vida do game, incluindo a adição de ciclos de dia e noite e policiais. Ganhados de múltiplos prêmios de melhor game de corrida em 2008, este permanece como um forte representante a um dos maiores de todos os tempos. Anos depois, o título ganharia uma versão remasterizada para PS4.

1. Gran Turismo 6

Quando F1 2013 foi lançado, uma dúvida pairou sobre o game: onde estava o maior de todos os tempos? A ausência foi respondida no final do mesmo ano, quando a Polyphony entregou o novo capítulo numerado de sua franquia com direito a conteúdos inteiramente focados em Ayrton Senna, com direito a seus carros clássicos e feitos a serem reproduzidos digitalmente.

Gran Turismo 6 inclui a tradicional carreira e opções mais casuais para os recém-chegados. A fidelidade, entretanto, impressionou, com o game chegando a receber uma certificação da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) pela reprodução dos circuitos reais e da experiência de pilotar, uma característica que a equipe de desenvolvimento desejava atingir desde os primórdios da franquia, no PS1.

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade