PUBLICIDADE

Orkut e lan houses alavancaram sucesso de Tibia no Brasil

Co-criador do RPG online comenta longevidade do jogo e os motivos de sua popularidade por aqui

10 jan 2022 16h39
| atualizado às 16h41
ver comentários
Publicidade
Tibia foi lançado em 1997 e conquistou fãs no Brasil
Tibia foi lançado em 1997 e conquistou fãs no Brasil
Foto: Cipsoft / Reprodução

Lançado em 1997, o RPG online alemão Tibia conquistou o Brasil alguns anos depois, conquistando uma grande comunidade com sua simplicidade e recursos sociais. Entre 2004 e 2005, durante a maior fase de crescimento de Tibia, o jogo recebeu um número inacreditável de jogadores brasileiros, vindos, em grande parte do boca-a-boca da própria comunidade no Orkut, a rede social que bombava por aqui naquele tempo.

"Isso aconteceu sem o nosso envolvimento", conta Stephan Vogler, um dos fundadores da Cipsoft, produtora do game, ao Terra Game On. "Foi um crescimento orgânico. O Orkut era muito popular, especialmente no Brasil. Até eu usei. E Tibia era um assunto muito comentado".

Outro fator que impulsionou o jogo por aqui, na opinião de Vogler, foi a cultura das lan-houses e seus requisitos modestos. "Essa cultura recebeu Tibia com os braços abertos e nos ajudou a espalhar o jogo. Além disso: Tibia exigia um download pequeno, o jogo rodava em máquinas velhas, e você podia jogar o quanto quisesse, de graça".

O principal RPG online da época, World of Warcraft, era o exato oposto disso: quem quisesse se aventurar no mundo da Blizzard Entertainment precisaria comprar o jogo em disco, ter um bom computador e ainda pagar assinaturas mensais.

"Nós tinhamos pouca concorrência enquanto crescíamos no Brasil", relembra o co-fundador da Cipsoft.

O mercado brasileiro amadureceu e mudou nestes 25 anos, assim como o mercado de RPGs online, os chamados MMORPGs. Olhando para trás, Vogler reconhece a longevidade do seu produto: "É incrível quanto tempo se passou e quantos outros projetos vieram e se foram. E Tibia ainda está aqui. Outras companhias mudaram de foco em algum ponto, pararam de se importar em manter o jogo rodando até finalmente desperdiçar qualquer potencial que existia".

O que começou como um jogo gratuito em 1997, quando não havia um modelo de negócios muito claro para seguir, se tornou um sucesso com faturamento de mais de US$ 175 milhões e que segue na ativa 25 anos depois. Só em 2021, 185 mil jogadores brasileiros passaram pelo game.

"Existem muitos jogos que poderiam ter durado muito mais se tivessem investido mais energia. Muitas coisas precisam se alinhar para um time trabalhar bem, juntos, por muitos anos", aponta. "Eu acho que muita coisa deu certo para nós e no fim, a sorte sempre faz parte disso. Houveram momentos difíceis que tivemos que superar. Você não deve jogar a toalha logo de cara".

Tibia na palma da mão

O jogador brasileiro continua um grande fã de jogos gratuitos, mas hoje, a plataforma favorita dos gamers é o celular. Tibia já tem uma versão mobile, TibiaME, lançada em 2003. Mesmo com uma grande base de fãs, não é a mesma experiência que a comunidade de PC aprecia e a Cipsoft sabe disso.

"Em 2022, vamos lançar um app mobile chamado Tibia Observer", conta Vogler. "Ele vai permitir que os jogadores fiquem por dentro das coisas importantes do jogo, recebam notificações quando alguma coisa interessante acontecer em Tibia".

Tibia Observer é o primeiro passo para levar o jogo original para o universo mobile. "Não descartamos tornar a versão PC acessível de alguma forma no mobile, mas não temos planos concretos agora".

O que Vogler promete aos fãs é que Tibia vai continuar evoluindo. "Nós vamos continuar adicionando recursos, expandindo o mundo e mantendo-o interessante. Nós vamos ouvir os jogadores e oferecer a eles o que eles gostarem. Temos uma ou duas surpresas na manga para este ano, mas não quero revelar tudo agora", brincou.

Gratuito para jogar, Tibia está disponível para PC.

Fonte: Game On
Publicidade
Publicidade