PUBLICIDADE

Intel está batalhando para fornecer APUs para novo Xbox

Contrato de chips para próximo Xbox ainda não está assinado e Intel estaria batalhando para fornecer APUs da próxima geração de consoles da Microsoft; entenda

8 fev 2024 - 19h46
(atualizado em 9/2/2024 às 11h10)
Compartilhar
Exibir comentários

Em meio às incertezas sobre o próximo Xbox, a Intel estaria brigando para assumir o fornecimento das APUs para a nova geração dos consoles. A empresa já equipou o primeiro modelo do Xbox em 1999, com uma versão modificada do Pentium III "Coppermine", e o potencial das novas APUs com Meteor Lake e projeções para os Lunar Lake teriam novamente colocado o Time Azul no radar da Microsoft.

Foto: Intel | Xbox / Reprodução / Canaltech

Recentemente, fontes da indústria teriam confirmado que o departamento liderado por Phil Spencer ainda não concluiu as negociações para o novo Xbox, e inclusive teria cancelado os projetos Brooklin e Ellewood, refreshes do Xbox Series X e Series S previstos para 2024. Além disso, o Xbox ainda teria antecipado o lançamento da nova geração de 2028 para 2026, com uma versão de mesa e um modelo portátil, no mesmo padrão do Nintendo Switch.

Xbox sem tempo para perder

Segundo documentos vazados em 2023, o projeto original do novo Xbox chegaria apenas em 2028, com um salto significativo de arquitetura, passando das Zen 2 e RDNA 2, para as Zen 6 e RDNA 5. A intenção até lá era de prolongar a vida útil da geração atual com modelos Series X e S ainda mais robustos, previstos para chegar já em 2024.

No entanto, o atual movimento de reestruturação interna da divisão de jogos da Microsoft fatalmente impacta a estratégia de hardware da empresa. Tanto por isso, eles teriam cancelado os refreshes que chegariam em 2024 e antecipado a nova geração já para 2026, com um modelo completo e um portátil.

Projeto original do novo Xbox utilizaria arquiteturas AMD Zen 6 e RDNA 5. (Imagem: Microsoft / Reprodução)
Projeto original do novo Xbox utilizaria arquiteturas AMD Zen 6 e RDNA 5. (Imagem: Microsoft / Reprodução)
Foto: Canaltech

O maior problema dessa nova abordagem, caso ela realmente se confirme, é que não haveria tempo hábil para a Microsoft aguardar o lançamento das novas arquiteturas AMD, ambas previstas para chegar ao mercado apenas entre o final de 2025 e início de 2026. Com isso, a equipe de Phil Spencer precisaria se contentar com as Zen 5 e RDNA 4 ou buscar outra fornecedora.

A Intel já confirmou que as primeiras APUs com Lunar Lake e gráficos integrados Arc Battlemage serão lançadas no final de 2024, com desempenho até 3 vezes superior que os, já impressionantes, Meteor Lake com Arc Alchemist. Sendo assim, o novo silício da Intel seria um fortíssimo candidato para se acomodar na nova agenda da Microsoft.

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade