0

Com mudanças, seleção masculina de vôlei vence a 2ª no Sul-Americano

Brasil supera a Colômbia por 3 sets a 0, com parciais de 25/15, 25/10 e 25/17, em Temuco, no Chile

12 set 2019
00h23
  • separator
  • 0
  • comentários

Com mudanças na equipe titular, a seleção brasileira masculina de vôlei venceu mais uma no Sul-Americano, que está sendo disputado em Temuco, no Chile. Na noite desta quarta-feira, os comandados do técnico Renan Dal Zotto derrotou a Colômbia por 3 sets a 0, com parciais de 25/15, 25/10 e 25/17), no Ginásio Olímpico da Universidade de La Frontera.

Praticamente classificado para a semifinal, o Brasil encara a Argentina às 15 horas (horário de Brasília) desta quinta-feira para assegurar a vaga na próxima fase. O Brasil é o grande favorito ao título. A seleção soma 31 títulos nas 31 edições do Sul-Americano que já disputou - ficou de fora somente em 1964.

Nesta quarta, Dal Zotto voltou a fazer mudanças na equipe, que já contava com uma formação alternativa na estreia. Desta vez, ele deu chances aos os centrais Flávio e Isac, ao ponteiro Leal e ao líbero Maique no início da partida. Ao longo do duelo, o treinador colocou em quadra o levantador Carísio, o oposto Felipe Roque e o ponteiro Hugo.

Maique comemorou a oportunidade de mostrar serviço, já pensando em futuras oportunidades na Copa do Mundo. "Todo jogo é importante e hoje conseguimos impor nosso ritmo e soubemos lidar com as dificuldades em alguns momentos, principalmente nos inícios de sets, quando o placar ficava mais equilibrado. Por mais que a Colômbia não jogue no mesmo nível dos grandes adversários que enfrentamos, eles fizeram uma boa partida", comentou o líbero.

Na estreia, na noite de terça, o Brasil vencera o Equador, também por 3 sets a 0, pelo Grupo A. A chave B conta com Chile, Venezuela, Peru e Bolívia. O Sul-Americano é quase uma preparação da seleção brasileira para a Copa do Mundo, que será disputada no Japão, entre 30 de setembro e 15 de outubro.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade