0

Vitória de Federer foi sua 16ª em 40 jogos contra Nadal

12 jul 2019
16h08
atualizado às 19h04
  • separator
  • 0
  • comentários

Na tarde desta sexta-feira, Roger Federer chegou a sua 12ª final do torneio de Wimbledon ao vencer o espanhol Rafael Nadal por 3 sets a 1. O jogo em Londres marcou o 40º encontro entre os tenistas na história, com o espanhol levando vantagem no confronto apesar da última derrota.

Após 40 jogos entre eles em mais de 15 anos, Federer chegou a sua 16ª vitória diante do rival. Nadal, por outro lado, soma 24 vitórias no confronto diante do suíço.

O primeiro duelo entre Federer e Nadal foi em março de 2004, pela terceira rodada do Masters 1000 de Miami. À época o 34º colocado do ranking da ATP aos 18 anos, o espanhol venceu Federer por 2 sets a 0 (duplo 6/3). Enquanto isso, Federer já era o melhor tenista do mundo aos 23 anos.

A vantagem de Nadal no confronto foi construída nos primeiros jogos. Depois de perder o segundo jogo para Federer no Masters 1000 de Miami do ano seguinte, o espanhol venceu cinco jogos seguidos diante do suíço entre 2005 e 2006, quatro destes em finais, colocando-sem em vantagem no confronto.

Até 2015, Nadal havia vencido 23 de 33 jogos diante de Federer, com o suíço vencendo apenas dez vezes. A vantagem diminuiu bastante nas últimas quatro temporadas, com Federer vencendo sete dos últimos oito jogos, incluindo a semifinal de Wimbledon realizada nesta sexta-feira.

Os tenistas já haviam se cruzado duas vezes em 2019, mas só foram à quadra uma vez. No primeiro encontro, nas semifinais do Masters 1000 de Indian Wells, Nadal abandonou o torneio por dores no joelho e deu a vaga a Federer. Já em Roland Garros, o espanhol venceu por 3 sets a 0 e chegou a sua 12ª final no Grand Slam.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade