PUBLICIDADE
Logo do São Paulo

São Paulo

Favoritar Time

Presidente do São Paulo critica acusações de Textor: 'Irresponsável'

Em vídeo gravado nesta terça-feira (2), Júlio Casares repudia declarações de manipulação por parte do CEO da SAF botafoguense

2 abr 2024 - 20h42
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Reprodução/YouTube - Legenda: Júlio Casares promete medidas junto à justiça desportiva e comum / Jogada10

Os desdobramentos pelas declarações de John Textor, acusando de manipulação cinco jogadores do São Paulo, na derrota por 5 a 0 para o Palmeiras, no ano passado, seguem repercutindo. O presidente do Tricolor, Júlio Casares, se pronunciou através de um vídeo, nesta terça-feira (2), criticando as palavras do chefe da SAF do Botafogo.

Anteriormente, o São Paulo já emitiu uma nota oficial em que repudiou as palavras de Textor. Mas Casares achou por bem gravar um vídeo para firmar sua posição de maneira pessoal. Mesmo assim, ele reafirmou que o clube irá acionar seu departamento jurídico contra o norte-americano. Mais que isso: a busca por uma punição ao CEO botafoguense também será buscada junto ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

"O São Paulo está tomando medidas junto ao STJD, à esfera cível e criminal. É lamentável que instituições importantes do nosso futebol sejam atingidas por um ato impensado, irresponsável. Se afirma ter ocorrido irregularidades, que ele prove, que mostre documentos. Estamos aqui para defender atletas, funcionários, dirigentes e a torcida do São Paulo", afirmou o presidente.

Em uma longa mensagem divulgada em seu site, John Textor acusou cinco jogadores do São Paulo, sem citar nomes, de manipulação no jogo entre Palmeiras e São Paulo. Mesmo assim, o dirigente não apresentou provas de suas acusações. Da mesma forma como aconteceu com o São Paulo, o Fortaleza, também acusado de manipulação, emitiu uma nota de repúdio às declarações do norte-americano.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Publicidade