1 evento ao vivo

Judô brasileiro terá equipe renovada nos Jogos Pan-Americanos de Lima

Equipe masculina terá 100% de renovação em relação à participação do Brasil em Toronto

27 mai 2019
17h52
  • separator
  • 0
  • comentários

A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) convocou nesta segunda-feira os 14 judocas que representarão o país nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019, entre 8 e 11 de agosto. O anúncio foi feito pelo medalhista olímpico e de Jogos Pan-Americanos, Flavio Canto, ao lado do gestor de Alto Rendimento da CBJ, Ney Wilson, em transmissão ao vivo no perfil oficial da CBJ no Instagram.

Brasil terá time renovado em Lima (Foto: Divulgação/CBJ)
Brasil terá time renovado em Lima (Foto: Divulgação/CBJ)
Foto: Lance!

A lista conta com a experiência dos medalhistas olímpicos Rafaela Silva (57kg), Mayra Aguiar (78kg) e Rafael Silva "Baby" (+100kg), que liderarão uma renovada seleção brasileira de judô com dez estreantes em Jogos Pan-Americanos.

- É muito importante para o atleta vivenciar esse ambiente de Jogos, de evento poliesportivo, com vila e com bastante atenção da mídia. Apesar de não valer para a classificação olímpica, os Jogos Pan-Americanos são uma ótima oportunidade para preparar nossa nova geração para o que eles vão encontrar no ano que vem no ambiente dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Esperamos contribuir com muitas medalhas para o Time Brasil e trazer um bom resultado em parceria com o Comitê Olímpico do Brasil - pontuou Ney Wilson.

Flavio Canto, que tem em seu currículo quatro participações em Jogos Pan-Americanos (1995, 1999, 2003 e 2007) e duas em Jogos Olímpicos (Atlanta 1996 e Atenas 2004), destacou a importância do Pan.

- É uma pequena Olimpíada. Na verdade, é uma grande experiência para quem quer ir a uma Olimpíada. Tem a vila pan-americana, a energia é diferente, a pressão é maior, você tem muito mais imprensa em cima e, para quem não está acostumado, é uma experiência fundamental - disse Canto.

A equipe masculina chegará à Lima com 100% de renovação em relação à participação do Brasil em Toronto 2015. Os convocados foram: Renan Torres (60kg/Sesi/SP), Daniel Cargnin (66kg/Sogipa/RS), Jeferson Santos Jr (73kg/Instituo Reação/RJ), Eduardo Yudy Santos (81kg/ECPinheiros/SP), Rafael Macedo (90kg/Sogipa/RS), Leonardo Gonçalves (100kg/Sogipa/RS) e Rafael Silva "Baby" (+100kg/ECPinheiros/SP).

No feminino, o Brasil vai com Nathália Brígida (48kg/Sogipa/RS), Larissa Pimenta (52kg/ECPinheiros/SP), Rafaela Silva (57kg/Instituto Reação/RJ), Aléxia Castilhos (63kg/Sogipa/RS), Ellen Santana (70kg/ECPinheiros/SP), Mayra Aguiar (78kg/Sogipa/RS) e Beatriz Souza (+78kg/ECPinheiros/SP). Dessas, apenas Brígida, Rafaela e Mayra estiveram em Toronto em 2015.

A lista final foi definida após as disputas do Campeonato Pan-Americano de Judô e da Copa Pan-Americana de Judô de 2018 e 2019, eventos que distribuíram pontos no ranking pan-americano classificatório para os Jogos.

- A equipe é jovem, mas já tem rodagem. É, praticamente, a base da seleção que vai ao Campeonato Mundial e da que foi ao Campeonato Pan-Americano Sênior deste ano, que foi uma boa prévia do que nos espera nos Jogos. Estamos confiantes de que podemos melhorar alguns resultados em relação ao Campeonato Pan-Americano - completa Ney Wilson.

Entre experientes e novatos, os convocados têm um ponto em comum: todos os 14 judocas brasileiros nestes Jogos Pan-Americanos vão em busca de uma medalha de ouro inédita em suas carreiras.

Após o Pan, parte da delegação embarcará direto para a cidade de Hamamatsu, no Japão, onde farão a aclimatação para o Campeonato Mundial de Tóquio, que será de 25 de agosto a 1º de setembro.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade