1 evento ao vivo
Logo do Seleção Brasileira
Foto: terra

Seleção Brasileira

Seleção Brasileira

Brasil vira na prorrogação e se consola com bronze no Pan

Rafael Ribeiro/CBF / Divulgação

Seleção de futebol masculino perdia do Panamá até "ganhar" pênalti polêmico e virou jogo com dois gols na prorrogação para ficar com bronze

25 jul 2015
16h40
atualizado em 26/7/2015 às 00h05
  • separator
  • 0
  • comentários

Como tem sido de praxe com a Seleção Brasileira de futebol masculino nos últimos tempos, não houve show nem contra o Panamá, neste sábado, pela melancólica decisão do terceiro lugar nos Jogos Pan-Americanos de 2015. Sem inspiração, a equipe nacional perdia para os panamenhos até os 30min do segundo tempo e só conseguiu levar a partida para a prorrogação graças a pênalti bastante polêmico. Foi então que um golaço de Piazon e outro do corintiano Luciano deram a vitória por 3 a 1 e a medalha de bronze como consolo para o Brasil na modalidade.

A equipe comandada por Rogério Micale foi para a disputa do bronze após ser derrotada pelo Uruguai há dois dias, quando levou dois gols em dois minutos já no fim para ficar fora da final.  Brasil e Panamá já haviam se enfrentado pela última rodada da primeira fase da competição. Na época, a Seleção chegou a abrir 3 a 0 de vantagem, mas relaxou e cedeu o empate por 3 a 3 para o rival.  

Com a vitória desta vez, o Brasil pelo menos volta a medalhar no futebol masculino após dois Pans sem sequer chegar à semifinal – a última vez dos homens no pódio ocorreu em 2003, com a prata em Santo Domingo. A final entre México e Uruguai ocorre apenas neste domingo.

Brasil e Panamá se enfrentaram no Estádio de Hamilton, no Canadá
Brasil e Panamá se enfrentaram no Estádio de Hamilton, no Canadá
Foto: Rafael Ribeiro/CBF / Divulgação

O primeiro tempo já mostrou que o jogo não seria fácil. Tanto para quem assistia quanto para a Seleção Brasileira. Em partida de nível técnico quase nulo, a equipe nacional até chegava mais ao ataque, mas se enrolava no último passe. O Panamá cresceu nos últimos minutos, chegou a perder um pênalti marcado de forma discutível e ainda abriu o placar já nos acréscimos da etapa inicial.

Você pode pensar: “ah, agora o Brasil vai voltar com mais vontade no segundo tempo e mostrar a superioridade da camisa, né?”. Não. A Seleção quase não criou e ainda viu os panamenhos assustarem em contra-ataques. Mesmo assim, o time nacional contou com uma grande ajuda do juiz jamaicano Valdin Legister, que viu pênalti polêmico em Luciano aos 30mim – o corintiano mesmo bateu e conferiu. O Brasil ainda só escapou de derrota graças a bola no travessão por cobertura dos adversários perto do fim.

Prorrogação

A Seleção Brasileira chegou a tomar sustos na prorrogação, mas ainda assim conseguiu fazer o básico para sair com o triunfo. Aliás, mais do que o básico: o atacante Lucas Piazon, que entrou no segundo tempo, fez jogada individual e acertou linda finalização de pé direito para dar a medalha de bronze para o time nacional.  Luciano ainda aumentou o placar pouco após o Panamá quase fazer um gol olímpico.

Marketing e beleza: musa do taekwondo aprova fama no Pan

GOLS:

Brasil 0 x 1 Panamá – 46min do primeiro tempo
Murillo atacou pela direita e fez o cruzamento. Nuñez apareceu com liberdade para fazer de cabeça.

Brasil 1 x 1 Panamá – 31min do segundo tempo
Luciano cobrou pênalti no canto direito e empatou o jogo.

Brasil 2 x 1 Panamá – 9min do primeiro tempo da prorrogação
Lucas Piazon recebeu pela esquerda, cortou para o meio e chutou cruzado, sem chances para o goleiro

Brasil 3 x 1 Panamá – 10min do segundo tempo da prorrogação
No contra-ataque, Luciano pegou sobra na área e marcou com um chute no alto.

Estádio cheio!

Quem disse que canadense não gosta de “soccer”? Mais uma vez, o estádio de futebol dos Jogos Pan-Americanos ficou lotado para a disputa da modalidade. Além da disputa da medalha de bronze, o dia conta com o confronto feminino pelo ouro entre Brasil e Colômbia.

Panamá de novo roubado?

A última semana foi atribulada para o Panamá, que reclamou de “assalto à mão armada” para o México na Copa Ouro. De novo, a seleção da América Central sofreu na mão do juiz: o Brasil só empatou em pênalti bastante polêmico no segundo tempo. Vale lembrar, contudo, que os panamenhos também tinham recebido um pênalti a favor discutível no primeiro tempo, defendido pelo goleiro Andrey. 

Ranking Geral País Ouro Prata Bronze TOTAL
1 Estados Unidos 102 78 81 261
2 Canadá 77 68 69 214
3 Brasil 41 39 60 140
4 Cuba 36 27 34 97
5 Colômbia 27 14 31 72
Veja o quadro completo aqui
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade