PUBLICIDADE

Evandro e Bruno Schmidt são eliminados por dupla da Letônia

O revés nas oitavas de final do vôlei de praia masculino foi por 2 sets a 0, com parciais de 21/19 e 21/19.

2 ago 2021 02h10
| atualizado às 02h28
ver comentários
Publicidade

Nesta segunda-feira, Evandro e Bruno Schmidt foram derrotados pela dupla da Letônia formada por Edgar Tocs e Martins Plavins, caindo nas oitavas de final do vôlei de praia masculino nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O revés foi por 2 sets a 0, com parciais de 21/19 e 21/19.

Os brasileiros foram mais agressivos nos ataques no primeiro set, porém cometeram alguns erros forçados e permitiram que a dupla da Letônia brigasse ponto a ponto até o final. Mais consistente na reta final, os europeus tomaram à frente do placar e fecharam em 21/19, com uma disputa no bloqueio em que Evandro levou a pior.

Mesmo precisando vencer o segundo set, os brasileiros seguiram encontrando muita dificuldade. Mesmo com a estatura de Evandro e a técnica de Bruno, a dupla não conseguiu virar muitas bolas, parando em um bom comportamento defensivo dos adversários. Depois de uma invasão de Evandro e um ataque certeiro dos europeus, Tocs e Plavins fecharam por 21/19 e eliminaram os brasileiros.

Evandro e Bruno Schmidt são eliminados por dupla da Letônia
Evandro e Bruno Schmidt são eliminados por dupla da Letônia
Foto: Pilar Olivares / Reuters

Apesar do resultado negativo em quadra, Bruno viveu um grande drama em sua vida neste ano. O atleta teve grande parte do seu pulmão comprometido pela covid-19, porém conseguiu se recuperar a tempo de estar nas Olimpíadas.

Após a derrota, Bruno relembrou o período difícil vivido e agradeceu o parceiro pela cooperação e compreensão nos últimos meses.

"Queria jogar mais, o mundo todo está prestigiando, mas paciência. Quando olho para trás, vi que fiz meu máximo. Se cheguei aqui em condições de jogo, é porque fiz muita força lá atrás. É óbvio que eu queria ter ido mais longe, quando entro em quadra esqueço tudo o que passei. Agradecer Evandro pela paciência, por saber que eu talvez não chegaria na principal competição do vôlei de praia em meu melhor. Ele não se importou com isso", disse Bruno à TV Globo.

"A parte defensiva deles funcionou muito mais do que a nossa e, quando isso acontece, a gente joga com a pressão o tempo todo. Agíamos em toda a bola como se fosse a última. Mérito deles. Queria realmente estender ao máximo esse torneio, está bem gostoso de jogar. Triste com isso, mas feliz de ter tido a oportunidade de estar aqui. Há quatro meses, não sabia se poderia estar aqui ou não. Bruno e Evandro foram vencidos na bola hoje", completou.

Ainda nesta segunda-feira, será a vez de Alison e Álvaro disputarem as oitavas de final do vôlei de praia. A dupla brasileira terá pela frente os mexicanos Rubio/Gaxiola, a partir das 9h (horário de Brasília).

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade