PUBLICIDADE

"Demorou um pouquinho para acordar", diz Lucão após virada

Central admitiu a superioridade argentina nos dois primeiros sets do clássico

26 jul 2021 15h32
| atualizado às 15h54
ver comentários
Publicidade
Lucão reconheceu o bom rendimento da Argentina nos dois primeiros sets (FIVB Divulgação)
Lucão reconheceu o bom rendimento da Argentina nos dois primeiros sets (FIVB Divulgação)
Foto: Lance!

A vitória deve ser comemorada, já que as circunstâncias eram bem adversas. Mas a Seleção brasileira masculina de vôlei sabe que a performance, em parte do jogo com a Argentina, foi aquém da esperada. O experiente central Lucão deixou isso claro, ao analisar a virada Brasil na Ariake Arena, nesta segunda-feira, 26.

"O time demorou um pouquinho para acordar, como no jogo passado, e eles fizeram dois primeiros sets impecáveis. Sacaram muito bem, quebraram nosso passe, e depois que conseguimos encaixar melhor o nosso saque, o time cresceu. A nossa virada do quarto set foi incrível e baixou o time deles. A partir do momento em que conseguimos colocar a cabeça no lugar, conseguimos encontrar o equilíbrio e fazer o jogo que precisávamos", disse Lucão, autor de 11 pontos.

O capitão Bruninho também fez questão de destacar a força do grupo na construção da virada. "Nós temos o que é fundamental em vitórias como essa, e o que me deixa muito orgulhoso, que são os 12 jogadores que jogam juntos. Todos deram sua contribuição nos momentos de dificuldade. Mais uma vez mostramos que temos um grupo muito bom e isso é uma demonstração de força da Seleção Brasileira. Nossa equipe fez a diferença", afirmou o levantador.

Consciente da importância do resultado positivo, o técnico Renan Dal Zotto foi mais um a dar destaque a qualidade de todo o grupo que está em Tóquio. "Já sabíamos que seria um jogo tenso. Brasil x Argentina sempre tem esse script de jogo duro, longo, tenso. Eles defenderam muito bem, a linha de passe funcionou, mesmo com o nosso saque forçado, mas conseguimos a vitória. Fiquei feliz, primeiro pela vitória, claro, e também pela demonstração de equipe. Mexemos um pouco e o bacana é que quem está saindo está jogando junto com quem está dentro", concluiu Renan.

O terceiro jogo da sequência de cinco nesta primeira fase do campeonato será na próxima quarta-feira, 28, às 9h45 (de Brasília), contra a Rússia.

Quadro de medalhas

Lance!
Publicidade
Publicidade