1 evento ao vivo

Atlético-PR renova com a Umbro por três anos

Parceria entre clube e fornecedora já dura 18 anos, a segunda mais longa do futebol brasileiro

18 mar 2015
16h32
atualizado às 19h14
  • separator
  • 0
  • comentários

Como era esperado, o Atlético-PR renovou o vínculo com sua fornecedora de material esportivo. Agora, o contrato com a inglesa Umbro vai até o final de 2017.

<p>Contrato com a Umbro foi renovado até o final de 2017</p>
Contrato com a Umbro foi renovado até o final de 2017
Foto: Atlético-PR / Divulgação

Primeiramente, as partes iriam assinar a renovação por mais cinco anos. Entretanto, o clube paranaense recuou na ideia e optou por diminuir a longevitude, além de estabelecer metas durante o novo período. O valor do contrato, que era de R$ 2 milhões, também aumentou para aproximadamente R$ 5 milhões.

Sem loja online e física, a diretoria atleticana sabe que perde dinheiro com a falta destes recursos já básicos no cenário futebolístico, e é cobrada constantemente pelos torcedores. Por isso, planeja ainda para este ano ter, pelo menos, uma delas em atividade. E a Umbro, que é controlada pelo Grupo Dass e tem 13 fábricas espalhadas pelo país, entraria como parceira nessas duas frentes, que são acordos tradicionais entre clubes e fornecedoras no futebol brasileiro e mundial. A loja própria, planejada para a Arena da Baixada e com mais de mil metros quadrados, ainda é discutida sobre a participação da marca inglesa e tem previsão para ser concluída durante o Campeonato Brasileiro, no segundo semestre.

“A continuidade de nossa parceria de tantos anos com uma marca mundial como a Umbro mostra o quanto o Atlético Paranaense é valorizado no mercado. Parcerias de longo prazo dão credibilidade para o nosso modelo de gestão. Vários clubes Brasil afora precisam contar com a interferência de varejistas das suas regiões para conseguir tão somente o fornecimento de material esportivo, pois não conseguem interessar as grandes marcas diretamente", pontua Holzmann, diretor rubro-negro.

Parceria antiga

A fornecedora de material esportivo chegou ao Atlético-PR em 1997, quando o atual vice-presidente de marketing e comunicação, Mauro Holzmann, era diretor da Umbro e ajudou na negociação. 

A Adidas até chegou a negociar e apresentar proposta no ano passado. Entretanto, o fato de o clube rubro-negro não ter uma loja própria e o pedido da marca em proibir o licenciamento com materiais, que gera mais lucro do que com a camisa, foram determinantes para não assinar. A aprovação da torcida sobre a Umbro também influenciou em manter o vínculo.

“O CAP é a nossa parceria mais antiga. Sempre acreditamos no potencial do clube e na força da torcida atleticana. Ao longo desses anos, o clube contribuiu para o crescimento da marca no cenário brasileiro. Para selar este novo passo estamos preparando novidades para os novos mantos do clube”, afirma Eduardo Dal Pogetto, gerente de marketing da Umbro Brasil.

A parceria entre as duas partes só não é a mais longa do Brasil, porque Fluminense e a Adidas estão juntas desde 1996, um ano antes da Umbro e Atlético-PR assinarem o primeiro contrato. "Tudo o que o Atlético Paranaense representa hoje no futebol brasileiro faz com quem uma marca do alcance da Umbro deseje ampliar uma parceria já tão duradoura”, finaliza Holzmann.

Fonte: PGTM Comunicação - Especial para o Terra PGTM Comunicação - Especial para o Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade