PUBLICIDADE

Campeonato Baiano

Vitória empata com o Bahia e conquista o Campeonato Baiano

Após triunfo no jogo de ida, no Barradão, Vitória segura o Tricolor na Arena Fonte Nova e conquista seu 30º título estadual após sete anos

7 abr 2024 - 18h15
(atualizado às 18h16)
Compartilhar
Exibir comentários
Divulgação / Bahia - Legenda: Everton Ribeiro fez o gol do Bahia
Divulgação / Bahia - Legenda: Everton Ribeiro fez o gol do Bahia
Foto: Jogada10

O Vitória quebrou um jejum de sete anos sem título estadual. Após virada heroica no Barradão, o Rubro-Negro empatou com o Bahia na Arena Fonte Nova em 1 a 1, neste domingo, e conquistou o Campeonato Baiano pela 30ª vez. Wagner Leonardo marcou o gol que garantiu o caneco. Everton Ribeiro deixou tudo igual para o Tricolor.

Na partida de ida, o Bahia abriu 2 a 0, com gols de Cauly e Thaciano. No entanto, o Vitória foi valente no segundo tempo e conseguiu a virada épica, com dois gols de Mateus Gonçalves e um de Iury Castilho. Desta forma, poderia empatar na casa do rival para se sagrar campeão, o que, de fato, aconteceu.

PRIMEIRO TEMPO ANIMADO

A derrota no primeiro jogo por 3 a 2 fez o Bahia sair para o jogo dentro da Arena Fonte Nova. Os primeiros minutos foram disputados, mas com o Tricolor com mais posse e mais em cima do adversário. Contudo, quem abriu o placar foi o Vitória aos 13 minutos. Após cobrança de escanteio, PK cruzou novamente, e Alerrandro ficou com a sobra e chutou forte. Marcos Felipe deu rebote e Wagner Leonardo pegou o rebote para marcar.

O Bahia não sentiu o golpe e empatou logo em seguida, aos 19, com um golaço. Em rápido contra-ataque, Marcos Felipe lançou Biel pela esquerda, que tabelou com Jean Lucas e cruzou para a área. O goleiro Lucas Arcanjo espalmou e a bola sobrou para o craque. Everton Ribeiro dominou e soltou a bomba, no ângulo, para deixar tudo igual no marcador.

O jogo era lá e cá, com muita disposição dos dois lados e boas chances criadas. O Bahia teve a chance da virada, mas uma sequência de defesas de Lucas Arcanjo salvou o Vitória. O Tricolor seguiu em cima, mas via o rival ser muito perigoso nos contragolpes. Em um deles, aos 32 minutos, Osvaldo partiu em velocidade e foi derrubado na entrada da área por Rezende. Por ser um lance claro de gol, o lateral-esquerdo do Bahia foi expulso. O Leão chegou a ter um gol anulado nos acréscimos, mas a arbitragem pegou impedimento de Rodrigo Andrade. No último lance de perigo, o volante rubro-negro pegou de primeira após jogada pela esquerda e exigiu grande defesa de Marcos Felipe.

Vitória perde chances na etapa final

O Bahia precisava de ao menos um gol para levar a partida para os pênaltis. Apesar de ter um jogador a menos, o Tricolor partiu para cima no início do segundo tempo. Aos poucos, o Vitória foi segurando o ímpeto do rival e conseguindo criar oportunidades. Iury Castilho e Alerrandro, em lances quase consecutivos, tiveram suas chances, mas desperdiçaram. O centroavante quase marcou o segundo do Rubro-Negro após passe de Matheuzinho, mas parou na trave.

Sem nada a perder, Rogério Ceni foi para cima e lançou o atacante Ademir no lugar do volante Caio Alexandre. Contudo, o treinador havia chamado Yago Felipe, o que gerou reclamações da torcida, que pedia Ademir. Ela foi à loucura quando a substituição foi alterada. Apesar de ter mais a bola, o Bahia sofria por ter um homem a menos. Assim, quem levava mais perigo era o Vitória. Aos 33 minutos, Caio Vinícius recebeu cruzamento e exigiu grande defesa de Marcos Felipe. No rebote, Willian Oliveira mandou de voleio, e a bola passou raspando a trave.

O Bahia pareceu cansar nos minutos finais e não tinha mais forças para buscar o gol que levaria a decisão para os pênaltis. O Vitória, com o regulamento embaixo do braço, teve mais chances para matar o jogo, mas desperdiçou todas. Marcos Felipe parou mais de uma vez o ataque rubro-negro. No fim, apito final e festa da torcida rubro-negra, que tirou o grito que estava entalado havia sete anos.

Bahia 1 x 1 Vitória

Campeonato Baiano - Final - Jogo de volta

Data e horário: 07/04/2024, às 16h (de Brasília)

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Bahia: Marcos Felipe; Arias (Gilberto, 36'/2°T), Kanu, Cuesta e Rezende; Caio Alexandre (Ademir, 24'/2°T), Jean Lucas, Everton Ribeiro (Estupiñán, 36'/2°T) e Cauly; Thaciano e Biel (Luciano Juba, 36'/1°T). Técnico: Rogério Ceni

Vitória: Lucas Arcanjo; Zeca, Camutanga, Wagner Leonardo e PK (Lucas Esteves, 29'/2°T); Dudu (Iury Castilho, 11'/2°T), Willian Oliveira e Rodrigo Andrade (Caio Vinicius, 24'/2°T); Matheusinho, Osvaldo (Mateus Gonçalves, 24'/2°T) e Alerrandro (Zé Hugo, 29'/2°T). Técnico: Léo Condé

Árbitro: Emerson Ricardo de Almeida Andrade

Assistentes: Luanderson Lima dos Santos e Elicarlos Franco de Oliveira

VAR: Daniel Nobre Bins

Cartões amarelos: Jean Lucas, Gilberto, Kanu (BAH) Matheuzinho, Dudu, Wagner Leonardo, Lucas Esteves, Mateus Gonçalves (VIT)

Cartão vermelho: Rezende, 32'/1°T (BAH)

GOLS: Wagner Leonardo, 13'/1°T (0-1), Everton Ribeiro, 19'/1°T (1-1)

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Publicidade