0

Nilton entende pressão da torcida e revela "autoanálise" no Bahia

26 fev 2019
17h27
atualizado às 17h27
  • separator
  • 0
  • comentários

Com quatro triunfos em 13 partidas e a eliminação precoce na Copa Sul-Americana, o Bahia já vem sendo pressionado pela torcida por atuações melhores. Em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira, Nilton lembrou o ótimo desempenho da equipe no último ano para justificar a pressão vinda dos torcedores.

"Jogar em equipe grande é pressão constantemente. Sabíamos que neste ano a pressão seria dobrada, pelo que fizemos no ano passado, campanha na Sul-Americana e melhor campanha em pontos corridos na Série A. Isso gera uma expectativa boa em torcedores, diretoria, nós, jogadores. A gente tem que focar cada vez mais para voar cada vez mais alto. Espero que a gente possa cada vez mais estar se identificando", disse.

"Alguns resultados não condizem com o que o Bahia joga. O que a gente vem apresentando, as equipes respeitando, vendo a nossa qualidade. Infelizmente, se não tiver bola na rede, o trabalho está todo errado, a forma tática, o preparo físico. A forma como está sendo conduzida a temporada, está tudo sendo bem planejado, separando o grupo. A gente está fazendo ainda mais do que fizemos no ano passado", completou.

O volante revelou que o elenco até fez uma autoanálise para comparar o rendimento do último ano com o desse começo de temporada. "Fizemos uma autoanálise entre a temporada de 2018 e nesse começo deu para ver que houve uma melhora. Como eu disse, se não fizer os gols, todos acabam crucificando o que fez até agora. Mas torcedor é parcial, tem aquela adrenalina, sempre quer que triunfe, mas tem que saber que do outro lado existe uma equipe com profissionais qualificados", analisou.

O Bahia volta aos gramados nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), quando visita o Jacuipense, pelo Campeonato Baiano, no Estádio Eliel Martins. Como a equipe teve força máxima nas duas últimas partidas, Enderson Moreira deve usar um time alternativo e dar continuidade ao revezamento, elogiado por Nilton.

"A rotatividade é importante para descansar quem vem jogando com sequência, para mostrar que o Bahia não vai entrar com time fraco, porque todos jogadores são qualificados. Fico feliz por ter contribuído nas duas últimas partidas, de poder ter ajudado. Fico feliz em poder estar jogando", declarou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade