0

Balançando no cargo, Enderson Moreira defende trabalho realizado

28 fev 2019
15h22
  • separator
  • 0
  • comentários

Na noite da última quarta-feira, o Bahia perdeu por 1 a 0 para o Jacuipense e não conseguiu assumir a liderança do Campeonato Baiano. A situação deixa o técnico Enderson Moreira na corda bamba, em função dos resultados ruins nos últimos jogos.

Após a derrota, o treinador foi obrigado a dar explicações. O comandante lamentou o resultado, mas acredita que a partida foi equilibrada e venceu quem conseguiu sair na frente do marcador.

"Acho que se você pegar e avaliar bem, os times tiveram situações parecidas de sair na frente do resultado. Quem conseguiu fazer isso, manteve a vantagem e conseguiu o resultado. Talvez se a gente tivesse aproveitado as oportunidades que tivemos, sairíamos daqui com o triunfo", avaliou Enderson.

O resultado deixa o treinador bem perto de ser demitido pela diretoria do Esquadrão. Além de estar mal no Baiano, o time já foi eliminado da Copa Sul-Americana, ao cair para o Liverpool-URU. Enderson, porém, defendeu o trabalho realizado até então.

"Eu sou profissional. Peguei o Bahia na zona de rebaixamento. Abri mão do meu projeto lá. É o mesmo treinador. Depois que passa, todo mundo esquece. Eu vim para o Bahia sabendo de todas as dificuldades. Precisamos sempre de cabeça tranquila. Eu sou funcionário do Bahia até que ele (presidente) decidir o contrário", afirmou o comandante.

No entanto, o Esquadrão de Aço não tem tempo para se lamentar. No final de semana, o time já voltará a campo pela Copa do Nordeste. A ordem é somar os três pontos. Mesmo com o desgaste dos jogadores, Enderson Moreira garantiu que mandará a campo os atletas que estiverem em condições.

"A situação já está definida. A gente vai para o jogo contra o Altos com os atletas que temos condições de levar. Tem atleta lá que ainda não conseguiu se recuperar. A gente sempre tenta colocar os melhores à disposição", encerrou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade