PUBLICIDADE

Copa do Brasil

Por que o Flamengo lidera ranking da CBF mesmo com o Palmeiras sendo bicampeão brasileiro? Entenda

Time de Abel aparece na segunda posição e tem o rival São Paulo na sua cola; veja quem são os 30 melhores clubes do País na lista da entidade

8 dez 2023 - 16h59
(atualizado às 18h12)
Compartilhar
Exibir comentários

O Flamengo passou em branco na temporada 2023, decepcionando sua torcida principalmente na Copa do Brasil. Mesmo sem ganhar nenhum título, o clube carioca continua encabeçando o Ranking Nacional de Clubes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), superando os campeões do Brasileirão, Palmeiras, e o da Copa do Brasil, o rival São Paulo. Entre os gigantes do País, o Vasco é quem aparece mais distante, somente no 22º lugar.

"Pelo quarto ano seguido, o Flamengo aparece na liderança do Ranking Nacional de Clubes da CBF. Ao todo, o rubro-negro carioca somou 16.678 pontos. A atualização anual das posições das agremiações e federações foi divulgada nesta sexta-feira, dia 8, pela Diretoria de Competições", informou a entidade, cujo presidente foi destituído do cargo na quinta-feira.

A distância do bicampeão nacional Palmeiras para os cariocas é de 1.306 pontos, enquanto o São Paulo já aparece mais distante da dupla, ao somar 14.828 em belo salto ao conquistar a Copa do Brasil em final contra os próprios cariocas.

O Ranking Nacional de Clubes (RNC) "estabelece uma classificação técnica entre 239 clubes do futebol brasileiro, com base no recente desempenho das equipes nas competições nacionais e internacionais", frisou a entidade, que usa o desempenho dos últimos cinco anos para fazer a lista.

Quarto colocado do Brasileirão, o Flamengo se beneficia de sua regularidade, já que levou o título das edições de 2019 e 2020, além da Copa do Brasil de 2022, ainda chegando à decisão do torneio mata-mata em 2023. Das últimas cinco temporadas, o Flamengo foi melhor do que o Palmeiras no Brasileirão e na Copa do Brasil em três delas.

O que acentua a inferioridade do Palmeiras no ranking em comparação com o Flamengo é o desempenho nas Copas do Brasil dos últimos três anos e o fato de ter terminado o Campeonato Brasileiro de 2020 na modesta sétima posição, enquanto a equipe rubro-negra foi a campeã.

Entenda como funciona a pontuação do ranking da CBF

A CBF estabeleceu uma tabela de pontos para o Campeonato Brasileiro (Séries A, B, C e D) e outra para a Copa do Brasil. Essas pontuações ganham um peso 5x maior em 2023, por ser o ano vigente. Para a classificação de 2022, o peso é quatro; 2021, três; 2020, dois; e 2019, um.

O campeão da Série A leva 800 pontos, diante de 640 do segundo colocado, 600 do terceiro, 560 do quarto e 552 para o quinto. Já na divisão de acesso são 400 pontos ao campeão, com 200 para quem ganhou a Série C e 100 ao detentor do troféu da Série D. A lista da CBF é a somatória desses pontos ao longo das temporadas.

Já o time vencedor da Copa do Brasil recebe 600 pontos, como já vinha sendo destinado ao campeão desde 2017, com o vice levando mais 480, com 450 para semifinalistas eliminados, 400 a quem caiu nas quartas, 200 nas oitavas, e assim sucessivamente.

Isolando o ano de 2023, o Palmeiras recebeu por suas participações nas competições nacionais 1.200 pontos (800 do Brasileirão e 400 da Copa do Brasil). Esse número, então, é multiplicado por cinco, totalizando 6.000 pontos somente nesta temporada. O Flamengo, por sua vez, ganhou 5.200 pontos, sendo 560 do Brasileirão e 480 da Copa do Brasil, multiplicados por cinco.

Para que serve o ranking de clubes da CBF?

Neste momento, o ranking da CBF tem como única utilidade efetiva a divisão dos potes para o sorteio das primeiras três fases da Copa do Brasil. Até a última edição do torneio mata-mata, o ranking também indicava dez vagas para a competição, mas para a próxima temporada, a entidade alterou o regulamento e essa forma de classificação foi abolida.

Confira os 30 melhores times do Ranking da CBF:

  1. Flamengo - 16.678 pontos
  2. Palmeiras - 15.372
  3. São Paulo - 14.828
  4. Athletico-PR - 13.888
  5. Atlético-MG - 13.282
  6. Corinthians - 12.926
  7. Fluminense - 12.672
  8. Grêmio - 12.456
  9. Fortaleza - 12.350
  10. América-MG - 11.533
  11. Internacional - 11.144
  12. Santos - 11.096
  13. Bahia - 10.158
  14. Botafogo - 9.712
  15. Red Bull Bragantino - 9.046
  16. Atlético Goianiense - 8.908
  17. Cruzeiro - 8.330
  18. Ceará - 8.268
  19. Cuiabá - 8.076
  20. Goiás - 7.810
  21. Coritiba - 7.413
  22. Vasco - 7.006
  23. Juventude - 6.745
  24. Sport - 6.216
  25. Avaí - 5.477
  26. CRB - 5.342
  27. Chapecoense - 5.331
  28. Vitória - 5.200
  29. Vila Nova - 4.792
  30. Criciúma - 4.558
Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade