PUBLICIDADE

CBF se mostra intransigente na Copa do Brasil

Entidade toma medida que afeta clubes de menor expressão

18 mar 2021
11h50 atualizado às 13h53
0comentários
11h50 atualizado às 13h53
Publicidade

Foi para o espaço a vantagem técnica de jogar em casa para vencer o adversário e assim seguir na Copa do Brasil. Isso vale por exemplo para o Marília, time do interior de São Paulo que disputa a competição pela primeira vez. Por causa da intransigência da CBF com prazos e o cumprimento de seu calendário, a entidade não adiou o jogo entre Marília e Criciúma, que será realizado nesta quinta-feira. O problema foi a definição do local da partida.

CBF nem quer saber de adiar jogos da Copa do Brasil por causa de restrições impostas por alguns estados para combater a disseminação do novo coronavírus
CBF nem quer saber de adiar jogos da Copa do Brasil por causa de restrições impostas por alguns estados para combater a disseminação do novo coronavírus
Foto: Sílvio Alves Barsetti

Como mandante, o Marília esperava atuar em sua cidade. No entanto, com o futebol no território paulista paralisado, a CBF reprogramou o confronto para Varginha, em Minas Gerais. A delegação do Marília já estava na cidade mineira quando soube de determinação do governo local de também impedir a realização de jogos de futebol no Estado. Com isso, veio a terceira opção, Estádio Kléber Andrade, em Cariacica, no Espírito Santo.

Dessa forma, além de submeter o time mandante a uma viagem extenuante – só no último trecho foram 14 horas de ônibus de Varginha para Cariacica -, a CBF praticamente anulou a vantagem do Marília de atuar em seus domínios para buscar a classificação à segunda fase da Copa do Brasil. Poderia esperar mais alguns dias e remarcar o jogo, mas preferiu não mexer nas datas da competição.

Marília x Criciúma é válido pela fase inicial da Copa e o duelo se dá em jogo único. O visitante avança até com um empate. Resta ao mandante, com pior colocação no ranking nacional, apenas a vitória. Daí, a ideia de fazer uso de seu estádio para tentar equilibrar a disputa, deixando o ônus dos deslocamentos para o rival. No caso, o Criciúma teve até um desgaste menor, pois a equipe catarinense viajou de avião até Varginha e depois, fez o mesmo para Cariacica.

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
Publicidade
Publicidade