0

Após criticar Stroll e desdenhar do recorde de Hamilton, Norris se desculpa: "Fui estúpido"

Lando Norris admitiu que passou do ponto nas entrevistas que concedeu pouco depois do GP de Portugal do último domingo. O prodígio britânico se mostrou irritado por ter perdido chances de pontuar após ter sido acertado por Lance Stroll e minimizou o recorde de vitórias de Lewis Hamilton

27 out 2020
07h05
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foi a segunda corrida consecutiva sem pontos de Lando Norris na temporada 2020
Foi a segunda corrida consecutiva sem pontos de Lando Norris na temporada 2020
Foto: McLaren / Grande Prêmio

Conhecido pelo seu carisma e bom humor, além do inegável talento nas pistas, Lando Norris chamou a atenção pelo tom das suas entrevistas pouco depois do GP de Portugal do último domingo (25). Bastante irritado por ter sido acertado por Lance Stroll ao longo da corrida em Portimão, o prodígio britânico viu as suas chances de um bom resultado irem pelos ares. E além de disparar contra o canadense, sobrou até para Lewis Hamilton. Norris desdenhou do recorde de vitórias do hexacampeão mundial, agora dono de 92 triunfos na Fórmula 1. Dois dias depois, o piloto veio a público por meio de sua conta no Twitter para reconhecer que passou do ponto.

Sobre Hamilton, Lando desdenhou da conquista do compatriota, que naquele momento festejava a conquista de uma marca única na história da Fórmula 1.

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:

Lando Norris pediu desculpas depois das entrevistas que deu no domingo em Portugal (Foto: McLaren)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

"Estou muito feliz por ele, nada mais. Isso não significa nada para mim, realmente. Ele está em um carro que deve vencer todas as corridas, basicamente. Ele tem de bater um ou dois pilotos, é isso. Sendo justo com ele, ele está fazendo o trabalho que tem de ser feito", declarou o piloto da McLaren em entrevista veiculada pelo site britânico RaceFans e também pela TV Globo.

Sobre a batida sofrida por Stroll, Norris foi ainda mais assertivo. "Isso me jogou para o fundo do grid", disse. "Não sei o que ele queria fazer. Ele foi para a esquerda, o que me surpreendeu, porque ele poderia ter ido, facilmente, por dentro", afirmou o dono do carro #4 em entrevista à emissora Sky Sports.

"Eu estava no meio da pista e ele virou de repente, então obviamente não aprendeu com o que aconteceu na sexta-feira [fazendo menção a outro, este com Max Verstappen, que chamou o canadense de "cego e retardado"]. Stroll não aprende com nada do que faz. Acontece muito com ele, então só tenho de me certificar em ficar longe da próxima vez", completou um duro Norris.

Nesta manhã de terça-feira, contudo, Norris mostrou uma postura diferente. "Eu devo um pedido de desculpas. Fui estúpido e descuidado com algumas coisas que disse recentemente na mídia e em entrevistas e não mostrei o respeito que deveria ter por certas pessoas", escreveu.

"Não sou esse tipo de pessoa, então saiba que devo me desculpar com eles, mas também com todos os que estão lendo e ouvindo. Desculpe", concluiu o piloto.

Norris, que terminou em 13º lugar depois do revés sofrido em Portimão, agora acumula três corridas seguidas fora da zona de pontuação. O britânico de 20 anos (faz 21 em 13 de setembro) está em sétimo no Mundial de Pilotos e soma 65 pontos, 1 a mais que Alexander Albon e com 2 de vantagem para Pierre Gasly.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:

Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade