0

Ruído na comunicação: quais os riscos e como evitar?

Você já ouviu a expressão “ruídos na comunicação”? Se trabalha no ambiente corporativo, é muito provável que sim. Saiba evitar esse mal.

30 jan 2019
07h00
  • separator
  • comentários

Você já ouviu a expressão “ruídos na comunicação”? Se trabalha no ambiente corporativo, é muito provável que sim.

A comunicação dentro de uma empresa ou organização funciona de uma forma bastante singular, sendo que os diversos setores e equipes de trabalho dialogam entre si, com seus líderes e com clientes ou investidores.

Os ruídos são, portanto, falhas nesse processo de comunicação interna, que acontecem quando algo perturba e/ou distorce as informações que chegam até um profissional, uma equipe de trabalho ou um cliente.

Esses tais ruídos não são inofensivos. Na prática, podem prejudicar – e MUITO – o dia a dia da empresa, a execução de projetos e seus resultados finais.

Neste artigo, vou falar um pouco mais sobre os riscos das falhas na comunicação interna de uma empresa e como evitá-los. Vamos lá?

Foto: Shutterstock

O que são ruídos na comunicação?

Como eu disse ali em cima, os chamados “ruídos” são tudo aquilo que interfere na comunicação interna de uma organização, seja ela qual for. Tais ruídos são falhas no processo comunicativo e fazem com que uma mensagem transmitida seja má compreendida ou mesmo nem chegue até o seu destinatário.

No dia a dia corporativo, esse tipo de perturbação à comunicação interna pode ser bastante comum. Alguns exemplos recorrentes são: e-mails com datas equivocadas, arquivos com prazos errados, rumores entre equipes de trabalho, pouca (ou má) comunicação entre líderes e liderados, controvérsias entre o que se diz aos clientes, entre outras falhas.

Os ruídos também podem acontecer durante reuniões ou apresentações, tanto através da linguagem verbal como não-verbal.

Seja qual for o tipo de ruído, ele pode ser bastante prejudicial a uma empresa. Isso acontece porque a comunicação entre setores, entre líderes e liderados e mesmo o diálogo com clientes são peças fundamentais para que uma organização e uma equipe de trabalho funcionem de forma otimizada.

Como evitar os ruídos na comunicação interna?

Algumas ações, se colocadas em prática, diminuem significativamente os riscos de existirem ruídos na comunicação. Vejamos algumas delas:

1. Defina o canal principal para a comunicação (interna e com o cliente)

Se bem é verdade que as redes sociais trouxeram enormes vantagens para a maneira como nos comunicamos, é preciso atenção para evitar que tantos canais de comunicação se tornem um problema.

Para que isso não aconteça, é indispensável definir um canal principal para a comunicação (seja ele e-mail ou grupo do whatsapp, por exemplo). Assim, os riscos de que informações controversas se espalhem ou mesmo que uma mensagem importante não chegue até todos os destinatários diminuem.

2. Esteja atento quanto a linguagem utilizada

Ruídos na comunicação são, muitas vezes, problemas de interpretação. Em outras palavras, se a linguagem (verbal e não verbal) não é clara, uma mensagem pode ser facilmente mal interpretada pelos demais.

Em mensagens escritas, é indispensável evitar o uso de ironia, por exemplo. Nem sempre os outros conseguirão entender, já que, sem contato visual, isso se torna mais difícil. Optar por frases mais curtas e diretas também é altamente eficaz, afinal, quando pensamos em comunicação assertiva, menos é mais.

A linguagem não-verbal, especialmente de líderes ou de colaboradores que mantêm contato direto com clientes, também merece a atenção. Quando não há harmonia entre o que se diz verbalmente e as expressões faciais ou tom de voz, há um ruído na comunicação.

3. Considere um curso de oratória in company

A modalidade in company, como o nome já diz, é direcionada para o ambiente corporativo e suas demandas específicas. Nesse tipo de treinamento, uma equipe de trabalho recebe orientações necessárias quanto às técnicas de oratória, trabalhando aspectos, como:

- a organização do raciocínio;

- a padronização do discurso de apresentação da empresa;

- assertividade em situações de exposição de fala, como reuniões e apresentações;

- como impulsionar a linguagem não-verbal;

Com isso, ao orientar os colaboradores de uma empresa no que tange à comunicação, os ruídos nos diálogos internos tendem a diminuir expressivamente. Da mesma maneira, as reuniões de trabalho passam a ser mais curtas e eficazes, e o diálogo com clientes e investidores consegue acontecer de forma assertiva.

Se você quer saber mais sobre o treinamento in company da The Speaker, entre em contato com a nossa equipe ou veja depoimentos no site! Investir em comunicação é o melhor caminho para evitar os ruídos dos quais falamos neste artigo. Pense nisso!

Fonte:

www.thespeaker.com.br

The Speaker
  • separator
  • comentários
publicidade