PUBLICIDADE

6 dicas para impulsionar as vendas de chocolate na Páscoa

Confeiteira explica como se destacar no mercado e atrair mais clientes nesta época do ano

1 mar 2024 - 13h01
Compartilhar
Exibir comentários

No início de março, os mercados começam a ficar cheios de ovos de Páscoa. Dessa mesma maneira, quem trabalha com confeitaria precisa aproveitar a época, tida como a mais importante para a indústria dos chocolates, para vencer a concorrência e lucrar mais.

Aproveite a Páscoa para alavancar as suas vendas
Aproveite a Páscoa para alavancar as suas vendas
Foto: Paulo Vilela | Shutterstock / Portal EdiCase

Em 2023, as vendas de produtos relacionados à Páscoa em comércios eletrônicos de PMEs (Pequenas e Médias Empresas) cresceram 49% em todo o país. Segundo levantamento da Nuvemshop, somente entre os dias 1 de março e 4 de abril, elas venderam online mais de 50 mil produtos cadastrados com a palavra "Páscoa" em seus sites próprios. No período correspondente de 2022, foram cerca de 33.500 produtos vendidos.

Nesse sentido, a seguir, confira dicas para quem pretende lucrar mais na Páscoa. Confira!

1. Tenha produtos variados

Para fazer parte desse percentual que compete com a indústria tradicional, a confeiteira Raquel Freire Costa, que atua no setor há 8 anos, explica que é preciso focar em produtos que as pessoas não vão achar em uma rede de supermercados, por exemplo.

"Além de oferecer o tradicional, tem que usar ingredientes diferentes e explorar a combinação de sabores. Então é super válido apostar em ovos de colher, trufas, colombas, bolos e bombons de licor também", acrescenta.

2. Ofereça uma boa experiência para o cliente

Nos últimos anos, a moda do ovo de colher dominou o mercado, e agora é quase um pré-requisito tê-lo no catálogo de produtos, mas ainda assim dá para inovar apostando em embalagens. Colocando uma colher de boa qualidade com o produto e uma decoração atrativa, você estimula a venda para presente e pode apostar nas redes sociais para divulgar um trabalho bonito.

Além disso, dar possibilidades de personalização também pode ser o gancho necessário para atrair os clientes. "Um grande diferencial de produzir doces artesanais é poder customizar as encomendas. E ganhar mais com isso, é claro. Dar ao cliente possibilidade de combinação de sabores e produtos é uma solução que oferece mais autonomia a ele e que pode atender a um público maior", acrescenta a confeiteira.

3. Esteja atento às tendências

Para conseguir aumentar as vendas nesta época do ano também é preciso estar atento às novidades e tendências. "No ano passado, vimos uma explosão de produtos de pistache sendo vendidos, nas mais diversas formas, e essa tendência deve continuar este ano. Se fosse para dar uma dica, diria para apostar em combinações com o pistache e ficar sempre de olho nas tendências que aparecem, principalmente, nas redes sociais", recomenda Raquel.

Apostar em ovo de Páscoa fitness pode ser uma boa estratégia
Apostar em ovo de Páscoa fitness pode ser uma boa estratégia
Foto: RHJPhtotos | Shutterstock / Portal EdiCase

4. Explore novos nichos de mercado

Cada vez mais pessoas estão priorizando uma alimentação saudável, e oferecer uma linha de produtos fitness pode ser uma excelente estratégia. Existe uma crescente busca por opções menos calóricas, ou pelo menos mais saudáveis, ou sem açúcares, impulsionada pelo público frequentador de academias e adeptos de dietas.

Os doces elaborados com whey protein e baixo teor de açúcar, por exemplo, despontam como uma excelente oportunidade de negócio para aqueles que buscam uma dieta rica em proteínas e com reduzido valor calórico.

5. Programe seu capital de giro

Ao se preparar para as vendas da Páscoa, os confeiteiros também precisam se atentar à gestão eficiente do capital de giro. Para isso, é crucial realizar um planejamento detalhado dos custos envolvidos na produção dos produtos sazonais, garantindo que haja recursos suficientes para suprir a demanda sem comprometer a saúde financeira do negócio.

"Gerir as finanças de um negócio é realmente um desafio, principalmente quando é muito pequeno e o dinheiro se mistura com o pessoal. Eu tinha muita dificuldade de ter um capital de giro fixo para os insumos dos meus doces porque sempre precisava pegar o dinheiro para pagar uma conta, comprar algo para casa, e o que me ajudou foi o crédito semanal da Zippi", explica Raquel.

A Zippi é uma fintech que entrega capital de giro semanal cuja proposta é auxiliar microempresas e profissionais autônomos a movimentar de forma mais ágil as finanças da empresa, fugindo dos ciclos mensais de pagamentos e recebimentos.

6. Ofereça brindes ou mimos

Uma forma eficaz de atrair e fidelizar clientes durante esse período é oferecer brindes ou mimos especiais. Estratégias como incluir pequenas amostras de novos sabores de chocolate, embalagens personalizadas ou descontos para compras futuras podem criar um vínculo emocional com os consumidores, incentivando a repetição de compra e recomendando o negócio a outros potenciais clientes. Essas ações não só agregam valor à experiência de compra, mas também contribuem para a construção de uma clientela fiel a longo prazo.

Por Raíssa Jorgenfelth

Portal EdiCase
Compartilhar
Publicidade
Publicidade