PUBLICIDADE

Reality Shows

Patrocínio Logo do patrocinador

Diego Alemão é processado por ameaça com arma de fogo

25 out 2023 - 16h48
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Twitter/Fofocalizando / Pipoca Moderna

O ex-BBB Diego Alemão enfrenta um processo judicial movido por Maria Eugênia Chialvo, funcionária de uma casa noturna em Ipanema, Rio de Janeiro. A situação aconteceu no dia do surto de Alemão, que acabou detido pela polícia com um revólver.

A mulher argentina alega ter sido ameaçada e injuriada por Alemão no dia 26 de setembro, quando ele tentava adentrar o estabelecimento em que trabalha sem pagar o ingresso. Segundo o processo, ao ser barrado por Maria Eugênia, o ex-BBB teria proferido palavras de baixo calão: "Boate de merd*. Todos aqui me conhecem. Quem você pensa que é para falar assim comigo? O que você está fazendo no Brasil? Volta para o seu país, piranha".

A situação teria escalado quando Alemão sacou uma arma, ameaçando as pessoas presentes na boate. A polícia foi acionada e o ex-BBB foi detido em um táxi no Leblon, sendo posteriormente liberado após o pagamento de fiança. O porte ilegal de arma de fogo resultou em prisão, mesmo que temporária, demonstrando a gravidade da situação.

 

Testemunhas

O repórter Marcus Sadok, da Band, contou no programa "Melhor da Tarde" que testemunhas confirmaram à policia que Diego Alemão teria usado um revolver para ameaçar pessoas na região de Ipanema. "Testemunhas contaram isso. O relato é esse: que ele estava alterado, pega esse revólver, começa a dizer que vai atirar em todo mundo. Chamaram a polícia e quando ele viu a polícia chegando ele fugiu em um táxi. A polícia fez uma perseguição. Ele primeiro negou que a arma fosse dele. Aí ele assume na delegacia que a arma é dele", detalhou.

Ao sair da delegacia, Diego fez questão de parar para falar com a imprensa ("bando de urubu") presente na porta da delegacia, mandando os jornalistas tomarem naquele lugar.

O motorista de aplicativo que o pegou na delegacia ainda disse que o vencedor do "BBB 7" surtou na viagem. Como estava sem celular, Diego pediu emprestado o aparelho do condutor. "E aí foi surto atrás de surto. O maluco pediu meu telefone pra ligar pra não sei quem. A mulher dele terminou com ele no vídeo, na minha frente, tudo no meu celular", descreveu Xaga.

Logo depois da corrida, Diego Alemão foi internado na clínica de reabilitação para cuidar de uma depressão e uso de substâncias químicas, e posteriormente encaminhado para um hospital psiquiátrico. Posteriormente, deu baixa para se tratar numa clínica nos EUA, acompanhado pelo advogado.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Compartilhar
Publicidade
Publicidade