PUBLICIDADE

‘Quando Chama o Coração’ faz sucesso surpreendente na Record

Despretensiosa série cativa com tramas leves que proporcionam o escapismo da dramática realidade

21 nov 2021 10h43
ver comentários
Publicidade

Nada é profundo em ‘Quando Chama o Coração’. E o que poderia ser um defeito se torna, ironicamente, uma qualidade. A série americana-canadense é eficaz em nos tirar da sufocante realidade – pandemia interminável, crise econômica, guerra política, boletos a vencer etc. – e gerar uma sensação agradável por meio de personagens carismáticos em conflitos novelescos.

Abigail, Elizabeth e Jack retratam a vida no interior do Canadá no início do século 20
Abigail, Elizabeth e Jack retratam a vida no interior do Canadá no início do século 20
Foto: Divulgação

A protagonista, Elizabeth Thatcher, pode ser definida como uma heroína de época. A jovem professora de família rica se dedica a defender os alunos, o direito à educação e o bem-estar da comunidade em uma pequena cidade de operários de mineração. A atriz Erin Krakow insere graça e leveza à personagem. Impossível não torcer por sua felicidade ao lado do bebê que cria sozinha após a morte trágica de seu amado, o policial-galã Jack (Daniel Lissing).

Os exigentes maníacos por séries podem não dar nada por ‘Quando Chama o Coração’, mas a atração entrega o que se propõe: entretenimento ‘soft’ para assistir com a família. Um produto com ótimo custo-benefício para a Record TV. Custa bem menos do que uma produção nacional e rendeu nos primeiros 3 meses de exibição a ótima média de 8.2 pontos no Ibope. Esse índice representa 1.6 milhão de telespectadores assistindo ao mesmo tempo somente na região metropolitana de São Paulo.

A emissora confirmou que vai concluir a transmissão das 8 temporadas até o final do ano. Nos Estados Unidos e no Canadá, os últimos episódios foram ao ar em maio. A nona temporada já foi gravada na região de Vancouver, no oeste canadense. Deve estrear em fevereiro ou março no Hallmark Channel (Estados Unidos) e no Super Channel (Canadá). Resta aos fãs brasileiros torcer para que a RecordTV compre os novos capítulos.

Como resistir a uma jovem viúva que luta para criar o filho após perder o amor de sua vida?
Como resistir a uma jovem viúva que luta para criar o filho após perder o amor de sua vida?
Foto: Divulgação

A série deu origem a um spin-off (produção derivada), ‘When Hope Calls’ (Quando a Esperança Chama), que teve a primeira temporada levada ao ar em 2019. Após interrupção das gravações por conta da pandemia de covid-19, a segunda temporada será lançada em dezembro, com participação especial de Lori Loughlin, que interpretou a coprotagonista Abigail em 6 temporadas de ‘Quando Chama o Coração’. Por enquanto, não há informação sobre exibição no Brasil.

'Quando Chama o Coração' ocupa a faixa das 21h45 de segunda a sexta na Record TV.

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
Publicidade
Publicidade