PUBLICIDADE

Briga com diretor abalou Claudia Raia nos bastidores de ‘A Favorita’

Atriz teve crises de choro ao ser pressionada para mudar a interpretação da personagem Donatela

10 mai 2022 - 10h29
(atualizado às 10h31)
Ver comentários
Raia como Donatela: tensão ao defender sua visão da personagem
Raia como Donatela: tensão ao defender sua visão da personagem
Foto: Divulgação/TV Globo

A volta de ‘A Favorita’, que estreia na segunda-feira (16) no ‘Vale a Pena Ver de Novo’, na Globo, traz à luz uma revelação de bastidores feita por Claudia Raia em seu livro de memórias ‘Sempre Raia um Novo Dia’, escrito em parceria com a jornalista Rosana Hermann.

Longe do olhar do público houve um desentendimento sério entre a atriz e o diretor de núcleo Ricardo Waddington em relação à personagem Donatela. Ele queria uma interpretação minimalista, assim como fazia a outra protagonista, Patrícia Pillar, no papel de Flora.

Raia não concordava. Insistia em manter a intensidade da atuação de sua ambígua personagem. Por volta do capítulo 60, a temperatura esquentou. Waddington ordenou a mudança. “Então é melhor você chamar outra atriz porque não foi isso que você combinou comigo. Você me pediu para fazer uma mulher rude”, defendeu-se a atriz.

O clima piorou. O diretor disse “um monte de coisas”, de acordo com o relato no livro. Sob pressão, ela chorou bastante atrás das câmeras.  Cláudia chegou a esconder os óculos de Waddington como ‘vingança’. Após uma nova conversa, a paz foi selada. “Ele me pediu desculpa na frente de todos”, contou a estrela da TV.

Exibida entre junho de 2008 e janeiro de 2009, ‘A Favorita’ surpreendeu o público com uma virada no capítulo 56. Todo mundo acreditava que a vilã assassina era a dondoca agressiva Donatela, mas a ex-presidiária Flora se revelou como verdadeira malvada. Até então, parecia ser vítima de uma armação da rival. Cláudia Raia diz ter sido um de seus melhores trabalhos pelo grau de dramaticidade exigido dela.

O folhetim escrito por João Emanuel Carneiro marcou média de 39.4 pontos de audiência em seus 197 capítulos. Não superou as antecessoras (‘Duas Caras’, ‘Paraíso Tropical’ e ‘Páginas da Vida’, entre elas), mas foi considerado um sucesso. Desde então, nenhuma outra novela das 21h conseguiu o mesmo índice no Ibope, nem mesmo ‘Avenida Brasil’ (2012, média de 38.7 pontos).

‘A Favorita’ será reprisada no ‘Vale a Pena Ver de Novo’ pela primeira vez. Nunca foi transmitida no canal Viva. Foi a primeira novela disponibilizada na plataforma Globoplay, em maio de 2020.
 

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
Publicidade
Publicidade