PUBLICIDADE

Gabi pediu para apresentar o ‘JN’ e recebeu resposta absurda

Apresentadora foi uma das primeiras mulheres a lutar contra o domínio masculino no telejornalismo

5 jan 2022 10h51
ver comentários
Publicidade
Marília Gabriela tentou ‘furar’ a bolha masculina
Marília Gabriela tentou ‘furar’ a bolha masculina
Foto: Fotomontagem: Blog Sala de TV

Renata Vasconcellos venceu na categoria Jornalismo do prêmio ‘Melhores do Ano’ do Domingão do Huck. Para ela chegar à bancada do ‘Jornal Nacional’, muitas mulheres guerrearam contra o machismo nos bastidores da televisão.

Marília Gabriela tem lugar de destaque na história feminina do telejornalismo. Curiosamente, começou como estagiária na redação do ‘JN’. Diante de uma oportunidade, surpreendeu como repórter de rua e nunca mais saiu do vídeo.

Em 2015, ao ser entrevistada por Aguinaldo Silva no canal de YouTube do novelista, Gabi revelou não ter conseguido realizar o sonho de ocupar a bancada do telejornal.

“Um dia liguei para o Armando Nogueira (então diretor de jornalismo da Globo) e falei: ‘Me deixa apresentar o Jornal Nacional’. Ele falou: ‘Absolutamente não. O Jornal Nacional é de homens’.”

A jornalista insistiu, argumentando que “poderia fazer o trabalho muito bem”. A negativa continuou. O episódio aconteceu na virada para a década de 1980. Ela saiu da Globo em 1984 sem ter conseguido quebrar o tabu machista, mas deu sua contribuição ao tentar.

O ‘JN’ foi dominado por homens desde a estreia, em 1969, até 1992, quando Valéria Monteiro passou a ser escalada nas folgas dos titulares do telejornal mais assistido do País. A primeira mulher a ter cadeira fixa naquela bancada icônica foi Lillian Witte Fibe, somente em 1996.

Hoje, um telejornal apenas com homens é impensável.

 

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
Publicidade
Publicidade