0

Chitãozinho e Xororó emocionam em show com orquestra em SP

Dupla se apresentou no Allianz Parque no último domingo (18) e cantou os grandes clássicos, acompanhada do maestro João Carlos Martins

19 ago 2019
09h59
atualizado às 11h55
  • separator
  • 0
  • comentários

No topo de seus quase 50 anos anos de carreira, os sertanejos Chitãozinho e Xororó mostraram que a experiência faz toda a diferença. O ponto alto do show foi, como não podia deixar de ser, a canção "Evidências", que levou o público a cantar o refrão em uníssono.

Outro momento emocionante foi quando a dupla Chitãozinho e Xororó subiu ao palco e teve uma surpresa: levaram para os sertanejos o troféu do quarto Grammy Latino de suas carreiras. O prêmio havia sido concedido em 2018 pelo CD "Elas em Evidências", mas ainda não tinha chegado às mãos da dupla. A abertura do show ficou por conta da clássica "Fio de Cabelo".

Chitãozinho & Xororó se apresentam em São Paulo
Chitãozinho & Xororó se apresentam em São Paulo
Foto: Guilherme Coura / Equipe portal

A apresentação no Allianz Parque Hall começou às 20h, com apresentação da Orquestra Bachiana Filarmônica regida pelo consagrado maestro João Carlos Martins, executando temas eruditos. Para a emoção do público, o maestro sentou-se ao piano e tocou, com apenas os dois polegares, um trecho da "Ária da Quarta Corda" de Bach. Tendo passado por 24 cirurgias para recuperar os movimentos dos dedos das mãos, após uma série de adversidades, João Carlos Martins transmitiu grande emoção ao público com os dedos que lhe restam.

 

A apresentação contou com vários momentos especiais, como a execução da erudita "Ave Maria" com João Carlos Martins ao piano e participação de Agnaldo Rayol nos vocais, que demonstrou ainda possuir o alcance vocal que o consagrou como um dos maiores cantores românticos do país. Nos momentos de Martins ao piano, que chegou a utilizar um dispositivo na mão esquerda para permitir maior controle de sua execução, era visível a emoção do público, que tudo acompanhava com olhos marejados e atentos.

No repertório, clássicos como "Malagueña Salerosa", "Nuvem de Lágrimas", "Rancho Fundo" e até mesmo uma homenagem a Jair Rodrigues com "Majestade, O Sabiá". A dupla Sandy e Júnior também fez uma participação especial, gravada e exibida em telão, interpretando a música "Se Deus Me Ouvisse".

O fechamento ficou por conta de "Saudade da Minha Terra", clássico do cancioneiro sertanejo das décadas passadas. Ao fim da noite, o público saiu satisfeito, presenciando o encontro entre a música erudita e o sertanejo. Apesar de enxuta, a apresentação de Chitãozinho & Xororó com a Orquestra Bachiana Filarmônica mostra, segundo palavras do próprio João Carlos Martins, "Aos narizes empinados, a importância da música sertaneja. E ao público do sertanejo, que tudo veio da música clássica."

Veja também

 

Fonte: Equipe portal
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade