8 situações que só baladeiros de verdade conseguem encarar

Não se preocupe, todos nós passamos por isso

11 fev 2016
10h00
atualizado às 16h40

Se você adora uma balada e não perde a chance de sair com os amigos, com certeza, vai se identificar com pelo menos um dos itens abaixo:

1. Estar acostumado a ter o pé pisado

Foto: iStock / Divulgação

No meio de tanta gente, fica difícil olhar para o chão. Por isso, os pés são os principais alvos dos sapatos alheios.

2. Ao chegar em casa, verificar se suas pernas continuam no lugar

Foto: iStock / Divulgação

Depois de tantas horas em pé, é até difícil lembrar a função que elas exercem no seu corpo.

3. Ouvir sua mãe perguntar: “Você ainda mora aqui?” 

Foto: iStock / Divulgação

Não adianta! Você pode crescer, mas sua mãe sempre te tratará como o neném dela.

4. Passar frio na fila para não precisar carregar o casaco enquanto dança

Foto: iStock / Divulgação

Sem casaco já é difícil aguentar o calor da balada. E você não vai ficar doente por passar um pouquinho de frio na fila, não é?

5. Sair da balada e rezar para encontrar um sofá vazio no trabalho 

Foto: iStock / Divulgação

Tudo bem que você está acostumado a passar a noite em claro, mas se encontrar um espacinho aconchegante...

6. Perder o cartão da balada, dar aquele escândalo, e depois achá-lo no seu bolso

Foto: iStock / Divulgação

Talvez seja melhor fingir que ainda não encontrou a comanda do que passar vergonha na frente dos amigos.

7. Disputar com os amigos quem faz a dança mais ridícula

Foto: iStock / Divulgação

O pior é quando o fotógrafo decide tirar uma foto de você bem na hora em que está mais desengonçado.

8. Ter de esperar por metrô e trem abrirem as portas para poder voltar para casa

Foto: iStock / Divulgação

Enquanto isso, procurar um lugar barato para matar a fome “pós-balada”, afinal, você já gastou quase tudo.

Fonte: Dialoog Comunicação

compartilhe

publicidade