PUBLICIDADE

Pai de Neymar recebe ordem de prisão após obra em mansão ser interditada no RJ

A Secretaria do Meio Ambiente vai fazer um parecer das irregularidades constatadas e a multa não deve ser menor do que R$ 5 milhões

22 jun 2023 - 17h43
(atualizado às 19h07)
Compartilhar
Exibir comentários
Pai de Neymar recebe ordem de prisão após obra em mansão ser interditada no RJ:

Neymar da Silva Santos, pai do jogador Neymar Jr., recebeu ordem de prisão nesta quinta-feira, 22, após discordar de agentes de fiscalização ambiental que interditaram a obra de uma mansão em nome do jogador, em Mangaratiba, no litoral sul do Rio de Janeiro. Em imagens disponibilizadas pela prefeitura do Município, é possível ver que Neymar se descontrola ao não saber responder se a obra possui licenciamento ambiental.

"A partir da CONAMA 237, toda obra que utilize recurso natural precisa de licenciamento ambiental. O senhor tem licenciamento ambiental?", pergunta a secretária de Meio Ambiente de Mangaratiba, Shayenne Barreto, ao que Neymar responde que sim. No entanto, ele se nega a apresentar o documento.

"Não, agora não", diz Neymar. "Então, a gente vai interditar", responde a secretária. "Se você esperar, você vai ter que esperar", afirma Neymar.

Depois disso, a confusão continua, e o pai do jogador fica com os ânimos cada vez mais exaltados, até que Shayenne lhe dá voz de prisão por "desacato ao funcionário público no exercício da profissão". Neymar, porém, não chegou a ser preso. 

Neymar dos Santos ao falar com agentes de fiscalização ambiental
Neymar dos Santos ao falar com agentes de fiscalização ambiental
Foto: Reprodução

"Considerando o princípio da razoabilidade e diante a um pedido da assessoria do senhor Neymar Santos, o mesmo foi liberado para cumprir um compromisso em São Paulo", diz a prefeitura de Mangaratiba, por meio de nota.

Obra interditada

Ainda de acordo com a prefeitura, a obra foi interditada após denúncias anônimas, feitas com base em postagens nas redes sociais, mostrarem uma grande obra sendo feita no condomínio Aero Rural, sem autorização ambiental, na propriedade do jogador Neymar Jr.

"Diversas infrações ambientais foram descobertas pela equipe da prefeitura, tais como: desvio de curso de água, captação de água de rio sem autorização, captação de água para lago artificial, terraplanagem, escavação, movimentação de pedras e rochas sem autorização, e aplicação de areia de praia sem autorização ambiental", afirma o Município.

Agora, a equipe da Secretaria do Meio Ambiente vai fazer um parecer das irregularidades constatadas e a expectativa é de que a multa não seja menor do que R$ 5 milhões.

O Terra tentou contato com a assessoria de Neymar, mas não conseguiu retorno até a publicação desta matéria. O espaço segue aberto.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade