PUBLICIDADE

Festival sul-africano é cancelado após 36 casos de covid

As infecções foram de 2.273 na segunda para 4.373 casos nesta quarta. Estima-se que as infecções diárias chegarão a 10 mil nesta semana.

1 dez 2021 13h06
| atualizado às 13h16
ver comentários
Publicidade
Local onde era realizado festival de música em Ballito, na África do Sul
30/11/2021 REUTERS/Rogan Ward
Local onde era realizado festival de música em Ballito, na África do Sul 30/11/2021 REUTERS/Rogan Ward
Foto: Reuters

Organizadores cancelaram um festival de música para jovens no litoral da África do Sul nesta quarta-feira depois que 36 pessoas tiveram exames positivos de Covid-19 no local, o impacto mais recente de uma nova onda de infecções vivida pelo país.

A África do Sul está sob os holofotes do mundo desde que anunciou na semana passada que detectou a nova variante do coronavírus Ômicron, que a Organização Mundial da Saúde (OMS) disse representar um risco global muito alto de surtos de infecções.

As novas infecções do país foram de 2.273 na segunda-feira para 4.373 casos nesta quarta-feira. Acredita-se que a Ômicron desencadeará uma quarta onda e se estima que as infecções diárias chegarão a 10 mil até o final da semana.

O festival de música Ballito Rage começou na terça-feira na cidade de Ballito, que fica ao norte de Durban, no litoral leste sul-africano. Das 940 pessoas examinadas para detecção de Covid durante as primeiras oito horas do evento, 32 espectadores e quatro funcionários tiveram resultados positivos.

Não se sabe se estes 36 estão infectados com a Ômicron ou outra variante.

"Levamos a segurança de todos os nossos clientes, funcionários e fornecedores extremamente a sério. É por esta razão que os organizadores do evento tomaram a decisão de cancelar o restante do Ballito Rage", disseram os organizadores em um comunicado.

O festival era um de vários acontecendo em todo o país para estudantes do segundo grau que acabaram de fazer as últimas provas.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade