PUBLICIDADE

Scott Pilgrim | 5 fatos para saber antes de assistir ao anime

Quem chegou agora e não tem noção do que se trata a nova animação da Netflix, nós explicamos exatamente o que é Scott Pilgrim

30 nov 2023 - 22h40
(atualizado em 1/12/2023 às 12h40)
Compartilhar
Exibir comentários

Scott Pilgrim: A Série estreou na Netflix e se tornou um dos maiores lançamentos de novembro no streaming. Só que o anime parecia ter ligações com outras obras e quem chegou agora a esse universo de lutas, música e romance pode não estar entendendo muito bem o que está acontecendo.

Foto: Netflix / Canaltech

Por se tratar uma adaptação, que ao mesmo tempo serve como versão alternativa, uma espécie de reboot e sequência misturadas, Scott Pilgrim pode parecer realmente confuso. Mas não se preocupe: o Canaltech listou 5 fatos sobre Scott Pilgrim para você conhecer para assistir ao anime da Netflix preparado.

5. Baseado em quadrinhos de Bryan Lee O'Malley

Scott Pilgrim: A Série é baseado nos quadrinhos criados por Bryan Lee O'Malley, que também trabalha como roteirista da animação. A HQ teve seis volumes, com o primeiro sendo lançado em agosto de 2004 e terminando em julho de 2010.

A história gira em torno de Scott Pilgrim, um jovem canadense de 23 anos que não tem rumo na vida. Ele vive de favor com um amigo, não trabalha e toca baixo em uma banda sem muito futuro. As coisas mudam quando ele sonha com uma garota de cabelos coloridos e patins e, logo em seguida, descobre que ela é real.

Capa da primeira edição de Scott Pilgrim (Imagem: Reprodução/OniPress)
Capa da primeira edição de Scott Pilgrim (Imagem: Reprodução/OniPress)
Foto: Canaltech

Ao tentar sair com Ramona Flowers, a garota dos seus sonhos, Scott descobre que precisa lutar contra seus sete ex-namorados malvados para poder namorá-la. Ao longo da história, Scott enfrenta o passado de Ramona e o seu próprio, em uma jornada que muda a sua vida.

Scott Pilgrim foi traduzido e lançado no Brasil em três volumes e pode ser encontrado com certa facilidade em livrarias e lojas online.

4. Ideal para quem curte games e cultura pop

Os quadrinhos de Bryan Lee O'Malley são recheados de referências a jogos de videogame e cultura pop em geral. Desde nomes de jogos sendo utilizados para batizar bandas, como Sex Bob-Omb ou The Clash at Demonhead, até inimigos que explodem em moedas ao serem derrotados, a história é um prato cheio para quem curte esse universo.

WE ARE SEX BOB-OMB! ONE! TWO! THREE! FOUR! (Imagem: Divulgação/Netflix)
WE ARE SEX BOB-OMB! ONE! TWO! THREE! FOUR! (Imagem: Divulgação/Netflix)
Foto: Canaltech

Porém, por usar bastante esses elementos, pode parecer extremamente fantasioso em um primeiro momento, mas nada que seja difícil de se acostumar com o desenvolvimento da trama.

3. Trilha sonora composta pelo grupo Anamanaguchi

A trilha sonora do anime é composta pela banda americana Anamanaguchi, uma das mais conhecidas do gênero indie rock chiptune. Utilizando guitarra, baixo, bateria e sintetizadores com sons que emulam consoles de videogame da década de 80 e 90, a banda tem uma carreira de quase 20 anos.

Além de terem lançado três discos e um EP, Anamanaguchi tem uma história com Scott Pilgrim, já que foi responsável também pela trilha sonora de Scott Pilgrim vs The World: The Game, jogo baseado nos quadrinhos, lançado pela Ubisoft em 2010 e relançado em 2021 para PC, PS4, Xbox One e Nintendo Switch.

2. Já virou filme

Essa pode ser manjada, mas é importante lembrar que a HQ já teve uma adaptação para os cinemas chamada Scott Pilgrim Contra o Mundo, dirigida por Edgar Wright (Em Ritmo de Fuga) e estrelada por Michael Cera (Barbie) e Mary Elizabeth Winstead (Ahsoka).

Contando com um elenco completamente absurdo para os dias de hoje, com nomes como Chris Evans (Vingadores: Ultimato), Brie Larson (As Marvels), Kieran Culkin (Succession), Aubrey Plaza (Parks and Recreation) e Jason Schwartzman (Asteroid City), o longa adapta os seis volumes em duas horas de ação, comédia e loucura.

Lançado em 2010, o filme acabou fracassando nas bilheterias, por conta de uma combinação de marketing fraco e o fato de os quadrinhos independentes serem nichados para a época. Porém, com o lançamento do filme em DVD e Blu-Ray e depois em streamings, a produção acabou encontrando o seu público.

Por conta disso, 13 anos depois, o anime, que traz de volta todo o elenco para dublar seus personagens, chegou à Netflix.

1. Uma nova experiência

Apesar de ter seis volumes de quadrinhos e uma adaptação nos cinemas emprestando seu elenco, Scott Pilgrim: A Série, é uma nova experiência. Seja para novos fãs ou antigos conhecidos da história, o anime produzido pelo estúdio Science Saru apresenta diversos novos elementos à narrativa, explorando melhor vários personagens e dando novos rumos para a saga de Scott Pilgrim e Ramona Flowers.

Scott e Ramona Flowers (Imagem: Divulgação/Netflix)
Scott e Ramona Flowers (Imagem: Divulgação/Netflix)
Foto: Canaltech

É interessante ter uma noção do que aconteceu na história original porque, como comentamos anteriormente, o anime segue um rumo inesperado que fica ainda melhor se você já conhece a trama. Porém, ainda é possível se divertir se essa é a sua primeira exposição à criação de Bryan Lee O'Malley.

Scott Pilgrim: A Série está disponível exclusivamente na Netflix.

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade