PUBLICIDADE

Will Smith irá para um retiro após repercussão de tapa em Chris Rock

Segundo o tablóide 'The Sun', 'Netflix' e 'Apple TV+' desistiram de comprar os direitos da biografia do ator, que foi um dos livros mais vendidos de 2021

4 abr 2022 - 18h30
(atualizado às 20h14)
Ver comentários
Will Smith
Will Smith
Foto: Reuters

O tapa que Will Smith deu em Chris Rock após uma piada feita sobre sua esposa, Jada Smith, continua repercutindo. Segundo informações do tablóide The Sun, Smith vai relaxar em um santuário de luxo nos EUA para se recuperar do estresse após a reação sobre o incidente no Oscar.

O movimento vem logo após Will se desligar da Academia de Hollywood e emitir um pedido público de desculpas. No comunicado, ele disse que suas ações foram "chocantes, dolorosas e imperdoáveis". A Academia aceitou a saída e continua a avançar com processos disciplinares. Uma fonte do The Sun disse: "O impacto da reação atingiu Will com força, então ele receberá ajuda para lidar com o estresse. Esta é, sem dúvida, a batalha de sua carreira."

O ator ficará em um retiro de alto nível usado pelos ricos e famosos. "Ele espera que a conversa avance para que ele possa voltar e salvar sua reputação", informa o jornal.

Cinebiografia do ator é deixada de lado por produtoras

Apple TV+ e Netflix estavam disputando os direitos para filmar Will, a biografia do ator, um best seller lançado no ano passado. Mas a guerra de lances acabou após o escândalo provocado pelo tapa no Oscar. Insiders da indústria disseram que os gigantes do streaming removeram seus lances em meio às consequências de Smith bater no comediante Chris Rock no palco.

"Netflix e Apple TV+ silenciosamente removeram suas ofertas para uma cinebiografia de Will Smith e, em vez disso, realocarão os fundos e desenvolverão ideias originais de novos atores negros. Trabalhar com Will se tornou um negócio arriscado. Eles agora planejam desenvolver ideias com estrelas mais familiares como Mike Epps e Michael B. Jordan", afirmou o The Sun.

Já o The Hollywood Reporter publicou que a Netflix disputava com a Universal o próximo projeto do diretor David Leitch, Fast and Loose, previsto para ser estrelado por Smith. Segundo fontes do portal, logo após o entrevero do ator com o comediante, porém a Netflix silenciosamente colocou o projeto em segundo plano.

Smith participa também do drama Emancipation da Apple TV+, que se encontra em pós-produção. A produtora havia planejado uma estreia em 2022, mas o lançamento segue sem data. Já na Sony Pictures, Bad Boys 4 estava em desenvolvimento ativo - Smith chegou a receber 40 páginas do roteiro antes do Oscar -, mas agora o projeto fará uma pausa, disse uma fonte do The Hollywood Reporter.

 

Estadão
Publicidade
Publicidade