PUBLICIDADE

Testamos a RTX 3070 16 GB | GPU modificada vale a pena?

Analisamos uma placa de vídeo RTX 3070 com 16 GB de VRAM, modificada pelo técnico Paulo Gomes, especialista em conserto de GPUs

5 dez 2023 - 17h02
(atualizado às 19h37)
Compartilhar
Exibir comentários

O técnico de placas de vídeo, Paulo Gomes, um dos mais conhecidos no Brasil, modificou uma GeForce RTX 3070 para dobrar a memória de vídeo de 8 GB para 16 GB. Essa técnica é popularmente conhecida como "mod" e consiste em uma modificação na estrutura de hardware do componente, geralmente com o objetivo de aumentar seu desempenho.

Eu testei a GeForce RTX 3070 modificada com 16 GB e fiz um comparativo com ela funcionando com os 8 GB de VRAM, que é a quantidade de memória de vídeo padrão desta GPU.

Originalmente, GeForce RTX 3070 tem apenas 8 GB de VRAM; com modificação, modelo foi para 16 GB (Imagem: Ivo Meneghel Jr/Canaltech)
Originalmente, GeForce RTX 3070 tem apenas 8 GB de VRAM; com modificação, modelo foi para 16 GB (Imagem: Ivo Meneghel Jr/Canaltech)
Foto: Canaltech

RTX 3070 oficial tem apenas 8 GB de VRAM

Quando a Nvidia lançou a RTX 3070, muitos especialistas em hardware reclamaram da quantidade de VRAM que vem no componente. Havia a suspeita de que os 8 GB de memória de vídeo eram insuficientes para alguns jogos e poderiam limitar a performance da GPU em algumas situações.

Por isso, alguns especialistas resolveram instalar módulos extras de memória, a fim de eliminar o suposto gargalo do componente. A RTX 3070 modificada por Paulo Gomes tem uma chave que alterna entre os 8 GB padrão e os 16 GB pós-modificação. Para aplicar a configuração, é necessário desligar o computador.

Para determinar se a placa seria limitada pela quantidade de VRAM, eu testei a GPU com diversos benchmarks e também com jogos.

Configuração do setup

  • Processador: AMD Ryzen 9 5900X
  • Placa-mãe: Gigabyte X570 GAMING X
  • RAM: 16 GB DDR4 4.000 MHz
GeForce RTX 3070 modificada pelo técnico Paulo Gomes tem seletor de VRAM customizado (Imagem: Ivo Meneghel Jr/Canaltech)
GeForce RTX 3070 modificada pelo técnico Paulo Gomes tem seletor de VRAM customizado (Imagem: Ivo Meneghel Jr/Canaltech)
Foto: Canaltech

RTX 3070 8 GB x RTX 3070 16 GB: benchmark sintéticos

No caso dos benchmarks sintéticos, eles não foram capazes de fazer uso da VRAM extra, nem mesmo nas resoluções 1440p e 4K. Eu acredito que isso ocorre porque as configurações padrão dos testes simplesmente não extrapolam a quantidade de VRAM padrão da GPU. Contudo, eu pude perceber um fenômeno, no mínimo, curioso.

Eu testei a RTX 3070 modificada com praticamente todos os benchmarks compatíveis do 3DMark, famoso software da UL Solutions. Em nenhum deles a placa funcionando com 16 GB de VRAM foi mais rápida. Mas por algum motivo, o clock da CPU ficou muito mais estável com o mod aplicado do que usando a GPU com a VRAM padrão.

Isso pode ser um indício de que os 8 GB padrão são insuficientes em algumas cenas, o que causaria uma sobrecarga da GPU, e, consequentemente, a redução no uso do processador. Em teoria, esse processo pode ser enquadrado como um gargalo da VRAM, o que compromete a estabilidade da gameplay com quedas bruscas de FPS.

Caption
Caption
Foto: Canaltech

Em 8 dos 12 dos testes, eu obtive um resultado parecido. Usando como exemplo este do Time Spy Extreme, veja que o processador tem muito mais quedas de frequência quando a RTX 3070 está no modo padrão. Em teoria, isso significa que a RTX com 16 GB pode oferecer gameplays mais estáveis.

RTX 3070 8 GB x RTX 3070 16 GB - Teste com jogos

Eu comparei a RTX 3070 com 8 GB e 16 GB em 5 jogos. Destes, a placa de vídeo apresentou bons ganhos de desempenho com o dobro de VRAM em apenas 2 títulos. Eu resolvi incluir os benchmarks com a Radeon RX 6800 XT, que tem 16 GB de VRAM nativamente.

Shadow of The Tomb Raider (qualidade "highest")

No Shadow of The Tomb Raider só houve diferença no 0,1% low quando o jogo foi executado em 4K. Já nas médias de FPS e demais métricas, o resultado foi praticamente igual.

Caption
Caption
Foto: Canaltech

Metro Exodus Enhanced (qualidade "high")

O Metro Exodus Enhanced foi mais um jogo em que a RTX 3070 com 16 GB não apresentou ganho de desempenho. A diferença de FPS entra na margem de erro.

Caption
Caption
Foto: Canaltech

Forza Horizon 5 (qualidade "extreme")

No Forza Horizon 5, a RTX 3070 modificada também não tirou proveito dos 16 GB de VRAM. Os 8 GB de memória que vêm por padrão na GPU são suficientes para manter uma alta taxa de FPS e boa estabilidade no jogo, mesmo em altíssima qualidade.

Caption
Caption
Foto: Canaltech

Forza Motorsport (qualidade "ultra")

O Forza Horizon foi lançado recentemente e é provável que ainda sejam lançadas algumas otimizações para o título, ao menos na versão para PC. Por enquanto, é notável o ganho de desempenho com a RTX 3070 utilizando 16 GB de VRAM, principalmente a partir da resolução 1440p.

Caption
Caption
Foto: Canaltech

Neste jogo, por algum motivo desconhecido, a Radeon RX 6800 XT ficou travada em 60 FPS em todas as resoluções.

The Last of Us Parte I (qualidade "high" e "ultra")

The Last of Us Parte I foi lançado para PC no início de 2023. O jogo não tira proveito da RTX 3070 com 16 GB quando executado na qualidade "high". A diferença mais significativa foi em 4K, mas somente em 0,1% low e 1% low. O salto foi de 3 FPS para 29 e 33 FPS, respectivamente.

Caption
Caption
Foto: Canaltech

Já na qualidade "ultra", os 8GB de VRAM padrão da RTX 3070 só são suficientes para uma boa gameplay em 1080p. Em 1440p, além da média de FPS ser mais baixa, a GPU é bem inferior no 0,1% low e 1% low, com cerca de 3 FPS. Quando os 16 GB de VRAM são ativados, a taxa de quadros em 0,1% low e 1% low sobe para 49 e 51 FPS, respectivamente.

Placa de vídeo modificada vale a pena?

Segundo o técnico Paulo Gomes, modificar uma placa de vídeo com adição de mais VRAM é um processo trabalhoso e que requer certo investimento. O processo pode valer a pena em casos específicos, onde a GPU é claramente limitada pela quantidade de memória de vídeo. Isso depende do modelo da placa e também dos jogos executados.

Durante meus testes, com o uso de benchmarks sintéticos, a RTX 3070 com 16 GB apresentou probabilidade de gameplays mais estáveis. Já nos testes práticos com jogos, a GPU modificada ofereceu maior desempenho somente em títulos recentes, principalmente na resolução 1440p.

O Canaltech agradece ao canal oficial do Paulo Gomes por ter cedido a RTX 3070 com 16 GB utilizada em nossos testes. Se você se interessa por placas de vídeo modificadas, pode checar as novidades sobre o tema acessando o canal do técnico no YouTube.

Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Foto: Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Foto: Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Foto: Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Foto: Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Foto: Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Foto: Canaltech
vo Meneghel Jr/Canaltech
vo Meneghel Jr/Canaltech
Foto: Canaltech

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade