PUBLICIDADE

Suposto Motorola Edge 50 Pro é certificado com recarga de 125 W

Certificações encontradas em agências de diversos países mostram o suposto Motorola Edge 50 Pro, que pode contar com bateria modesta e recarga de 125 W

22 fev 2024 - 11h36
(atualizado às 13h42)
Compartilhar
Exibir comentários

Inúmeras certificações de um smartphone inédito da Motorola foram encontradas em órgãos regulatórios pelo mundo, com uma delas mencionando o termo "Macan24" — rumores já haviam apontado que "Macan" seria o codinome do Motorola Edge 50 Pro, um dos próximos celulares premium da companhia. A possibilidade é corroborada pelas especificações encontradas nos documentos, que envolvem características avançadas como carregamento de 125 W e suporte ao Wi-Fi 6E.

Foto: Divulgação/Motorola / Canaltech

O novo dispositivo da companhia norte-americana foi visto em agências como o FCC (EUA), o BIS (Índia), o TDRA (Emirados Árabes) e o banco de dados do IMEI (global), além de ter sido avaliado pela TÜV Rheinland, organização que atesta que um aparelho atende a determinados padrões. Observando as documentações, é possível encontrar o mesmo número de modelo, XT2403, com variantes identificadas por dígitos adicionais que vão de 1 a 6. As diferenças devem envolver aspectos como capacidade de memória e presença de eSIM.

Entre elas, a certificação de IMEI é a que mais chama atenção por relacionar o telefone em questão ao nome "Macan24". Considerando que o renomado leaker Evan Blass havia indicado recentemente que "Macan" era o codinome do Motorola Edge 50 Pro, é possível que o smartphone encontrado seja um dos flagships da marca para 2024, teoria reforçada por algumas das características citadas pelas agências.

Ao que parece, além de 5G de alta velocidade e Dual SIM com eSIM, o dispositivo traz suporte a NFC e Wi-Fi que opera na faixa de 6 GHz, o que aponta para a presença de Wi-Fi 6E ou mesmo Wi-Fi 7. Também estão presentes detalhes sobre a bateria, cuja capacidade deve seguir a geração anterior ao ser abaixo da média, com 4.500 mAh. Por outro lado, a novidade herdaria o carregamento ultrarrápido, atingindo potência de 125 W com fio e 50 W sem fio.

Há mais dois pontos curiosos nos documentos, começando pela menção a outro aparelho com código XT2431-1. Não há detalhes sobre a ficha técnica desse segundo dispositivo nem mesmo entre os rumores, mas uma pesquisa rápida mostra que seu possível antecessor, de número XT2331-1, é o Moto G13, o que pode indicar que este seria um dos novos Moto G planejados pela gigante para 2024 — sendo que o Moto G14 já está disponível há alguns meses sob o código XT2341-1. 

Com isso dito, o próprio identificador XT2403 aponta para um sucessor do Edge 40, de número XT2303, e não para o Edge 40 Pro, identificado como XT2301. Nada impede a companhia de modificar o esquema dos códigos de identificação, ou mesmo de unificar as duas séries em uma para investir mais pesado em um topo de linha, mas tudo não passa de especulação no momento.

Um possível sucessor para o Motorola Edge 40 Pro estaria em desenvolvimento para a segunda metade de 2024, trazendo processador Snapdragon 8 Gen 3 (Imagem: Divulgação/Motorola)
Um possível sucessor para o Motorola Edge 40 Pro estaria em desenvolvimento para a segunda metade de 2024, trazendo processador Snapdragon 8 Gen 3 (Imagem: Divulgação/Motorola)
Foto: Canaltech

Vai ser preciso aguardar para entendermos melhor qual será a estratégia da Motorola para este ano. Por agora, o único fato confirmado é que a marca está trabalhando em um celular avançado, cujos rumores sugeriram que será posicionado como um topo de linha premium equipado com o Snapdragon 8 Gen 3, mesmo processador potente de rivais como o Galaxy S24 Ultra. Seu anúncio aconteceria na segunda metade de 2024 e, caso isso se confirme, podemos esperar por novos vazamentos e, com sorte, teasers oficiais até lá.

Fonte: 91Mobiles

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade