PUBLICIDADE

Snapdragon 8 Gen 4 pode ultrapassar chips da Apple em quase 40%

Rumores reforçam que o Snapdragon 8 Gen 4 ultrapassa os 10 mil pontos no Geekbench 6, superando a Apple após anos; TSMC deve continuar como fabricante

1 dez 2023 - 15h55
(atualizado às 19h58)
Compartilhar
Exibir comentários

Novos rumores reforçam que o Snapdragon 8 Gen 4 deve finalmente colocar o desempenho dos chipset da Qualcomm à frente das soluções oferecidas pela Apple no iPhone, podendo superar o atual flagship da Maçã, o A17 Pro, em quase 40%. O segredo estaria no núcleo Oryon, promissora solução customizada da marca que promete agitar o mercado de notebooks, já confirmada para chegar aos smartphones Android em 2024. As informações também sugerem que a fabricação deve ser mantida com a TSMC, em vez de dividida com a Samsung.

Foto: Qualcomm / Canaltech

Em publicação no X (antigo Twitter), o informante Revegnus, que mostrou certo nível de precisão em vazamentos, indicou que a Qualcomm estaria prestes a superar a Apple com facilidade graças aos supostos ganhos de desempenho vistos em testes internos do Snapdragon 8 Gen 4. Ao que parece, no benchmark multi-core do Geekbench 6, a plataforma estaria ultrapassando a barreira dos 10 mil pontos, marca até então vista apenas em chips para notebooks.

Mais importante, os números estariam sendo atingidos com consumo muito baixo de energia, de meros 8 W, faixa média em que os atuais processadores da empresa para smartphones já trabalham. Em comparação, o Apple A17 Pro, usado no iPhone 15 Pro, chega a "apenas" 7.214 pontos em média, apresentando picos de consumo de 14 W — o que dá uma vantagem de quase 40% para o próximo Snapdragon. Os ganhos são similares frente ao próprio Snapdragon 8 Gen 3, cuja pontuação fica próxima dos 7.000 pontos.

Revegnus indica que o 8 Gen 4 também brilharia em termos de processamento gráfico com a nova GPU Adreno 830, cujos avanços de desempenho e eficiência energética seriam similares aos vistos no Snapdragon 8 Gen 2, tido como o chip que oferece uma das melhores evoluções no portfólio da gigante. Apesar de não ter divulgado números desta vez, rumores anteriores sugeriam que a solução estaria marcando mais de 7.200 pontos no teste do 3DMark Wild Life Extreme, chegando a superar a média de 6.900 pontos do Apple M2.

A Qualcomm confirmou que o "próximo Snapdragon para smartphones" terá o núcleo Oryon do Snapdragon X Elite, o que dá mais crédito aos rumores divulgados por Revegnus (Imagem: Wallace Moté/Canaltech)
A Qualcomm confirmou que o "próximo Snapdragon para smartphones" terá o núcleo Oryon do Snapdragon X Elite, o que dá mais crédito aos rumores divulgados por Revegnus (Imagem: Wallace Moté/Canaltech)
Foto: Canaltech

Se o desempenho se confirmar, essa será a primeira vez em anos que um chipset da Qualcomm terá mais potência em CPU e GPU que uma solução rival desenvolvida pela Maçã, intensificando a concorrência no segmento premium entre Android e iOS. Dito isso, como ainda estamos a cerca de um ano do lançamento, mudanças podem acontecer — vai ser preciso esperar para vermos as reais capacidades do novo Snapdragon.

Snapdragon 8 Gen 4 pode manter produção na TSMC

Paralelo a isso, "fontes da indústria" ouvidas pelo portal taiwanês Tech News sugeriram que a fabricação do Snapdragon 8 Gen 4 deve ser mantida sob total responsabilidade da TSMC, desmentindo antigos rumores que apontavam que a produção seria dividida entre a fundição taiwanesa e a Samsung. Ao que parece, o rendimento da litografia de 3 nm da gigante sul-coreana não seria suficiente para que um acordo com a Qualcomm fosse fechado.

A Qualcomm deve manter a fabricação do Snapdragon 8 Gen 4 exclusivamente com a TSMC, o que pode causar impactos nos custos, e no bolso dos consumidores (Imagem: Reprodução/Qualcomm)
A Qualcomm deve manter a fabricação do Snapdragon 8 Gen 4 exclusivamente com a TSMC, o que pode causar impactos nos custos, e no bolso dos consumidores (Imagem: Reprodução/Qualcomm)
Foto: Canaltech

Outro agravante seria a vantagem de desempenho e eficiência energética que o processo N3E de 3 nm da TSMC teria, algo que já foi observado nas últimas gerações. O exemplo mais nítido dessa diferença é o caso da evolução vista entre o Snapdragon 8 Gen 1, produzido pela Samsung, e o Snapdragon 8 Plus Gen 1, fabricado pela TSMC — mesmo possuindo o mesmo projeto, o 8 Gen 1 original esquenta mais e entrega muito menos desempenho.

No entanto, apostar 100% da produção na fundição taiwanesa terá um custo alto, que infelizmente pode acabar sendo repassado ao consumidor. Reforça essa possibilidade nada agradável declarações da própria Qualcom, que revelou acreditar que o Snapdragon 8 Gen 4 será mais caro que os antecessores. Apesar disso, assim como no caso do desempenho, é necessário aguardar para entendermos o impacto da decisão para os usuários.

Fonte: Tech News (em chinês)

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade