PUBLICIDADE
AO VIVO
Refugiada fala sobre os desafios para recomeçar no Brasil

Robô da Sony faz microcirurgia em grão de milho; veja

Sony desenvolve novo braço robótico para o uso em microcirurgias; em demonstração, a tecnologia foi usada para "costurar" um corte em um grão de milho

20 mai 2024 - 23h24
(atualizado em 21/5/2024 às 02h27)
Compartilhar
Exibir comentários

Para melhorar as microcirurgias, aquelas feitas com um microscópio cirúrgico, a Sony desenvolveu um novo robô cirurgião, capaz de realizar esses procedimentos altamente sensíveis com boa eficácia. A primeira demonstração da tecnologia envolve a sutura ("dar pontos") em um corte feito em um grão de milho.

Foto: Reprodução/Sony / Canaltech

Fora dos testes e simulações, as microcirurgias são realizadas durante a anastomose vascular. É um procedimento médico em que são costuradas pequenas ligações entre vasos sanguíneos ou mesmo órgãos. Isso é fundamental em caso de transplante de órgãos, por exemplo, mas é algo bastante complexo e exige habilidade do médico responsável.

"Tais operações exigem altos níveis de habilidade e só podem ser realizadas por um número limitado de médicos", explica a Sony, em nota. Então, o objetivo da tecnologia é ampliar o acesso à saúde, através da robótica. Em paralelo, outros inventos também podem ser usados, como os óculos de realidade mista (MR), para potencializar a visão do médico cirurgião e aumentar a segurança do procedimento. 

Robô da Sony em microcirurgia

Para entender o robô da Sony para microcirurgias, vale observar que a forma geral de uso é semelhante a outros braços robóticos. Afinal, o cirurgião controla toda a operação a partir de um console de mesa. 

Robô da Sony foi desenvolvida para realizar microcirurgias e pode "costurar" um grão de milho (Imagem: Reprodução/Sony)
Robô da Sony foi desenvolvida para realizar microcirurgias e pode "costurar" um grão de milho (Imagem: Reprodução/Sony)
Foto: Canaltech

É como se o médico usasse dois bisturis (ou "canetas"), com sensores que detectam a aplicação de diferentes níveis de pressão.  De forma "simultânea" e com baixa latência, o robô realiza esses comandos na região da operação. Isso permite a replicação de movimentos bem pequenos, como inserir a agulha em um vaso sanguíneo, ou ainda movimentos maiores, como puxar os fios do ponto.

Buscando evitar atrasos na realização dos comandos do médico, a Sony desenvolveu um sistema de controle elétrico focado na baixa latência e um sistema mecânico focado na leveza. Ambos melhoram a capacidade de resposta dos movimentos do robô. 

Há também um sistema de câmera 3D, em 4K, para que o médico veja exatamente o que está acontecendo no local da cirurgia. Este nível de detalhadamente pode ser até melhor que as técnicas tradicionais de visualização.

Outra vantagem do braço robótico é que a troca de instrumentos é totalmente automatizada. Por exemplo, as pinças podem ser substituídas por tesouras, sem nenhuma interferência humana, o que torna o procedimento mais ágil. 

Braço robótico em ação

O braço robótico da Sony para microcirurgias ainda não foi usado em um paciente humano, mas, em fevereiro deste ano, o equipamento foi adotado em microcirurgias feitas em animais na Universidade Médica de Aichi, no Japão. Os resultados foram promissores, segundo os responsáveis.

A seguir, confira a demonstração da microcirurgia feita em um grão de milho:

Fonte: Sony  

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade