PUBLICIDADE

Redmi 13 tem primeiros detalhes vazados em certificações

Esperado como novo celular básico da Xiaomi, o Redmi 13 foi visto em diversas certificações, tendo aspectos como nome, bateria e conexões revelados

2 abr 2024 - 13h36
(atualizado às 18h18)
Compartilhar
Exibir comentários

Uma das possíveis novidades da Xiaomi para o segmento de baixo custo, o Redmi 13 acaba de ser encontrado em um série de certificações que revelam as primeiras características do dispositivo. Além do próprio nome, as documentações contam com detalhes sobre bateria, carregamento e algumas das tecnologias de conectividade, bem como o sistema operacional, com o celular estreante podendo trazer upgrades bem-vindos em comparação ao Redmi 12.

Foto: (Imagem: Reprodução/Xiaomi) / Canaltech

Os dados foram obtidos a partir dos bancos de dados do IMEI e do FCC, agência de telecomunicações equivalente da Anatel nos EUA, citando tanto o número de modelo, quanto o nome do novo aparelho que está sendo preparado pela Xiaomi.

Adotando o código 24049RN28L, o dispositivo deve chegar ao mercado global como Redmi 13 — até o momento, entre os smartphones de baixo custo, a gigante havia anunciado apenas versões 4G e 5G do Redmi 13C.

As certificações também apontam que a novidade deve trazer Wi-Fi Dual Band (possivelmente Wi-Fi 5), Bluetooth 5.3, grande bateria de 5.000 mAh e carregamento rápido de 33 W. Ao que parece, a versão registrada pode ser o Redmi 13 4G, já que não há menção a testes de sinal 5G. Talvez o aspecto mais interessante seja a presença do Android 14 de fábrica, rodando sob a recente interface HyperOS 1.0.

Com número de modelo 24049RN28L, o Redmi 13 pode ser encontrado no FCC com conectividade 4G, Wi-Fi Dual Band, Bluetooth 5.3 e Android 14 rodando sob a HyperOS 1.0 (Imagem: Reprodução/FCC)
Com número de modelo 24049RN28L, o Redmi 13 pode ser encontrado no FCC com conectividade 4G, Wi-Fi Dual Band, Bluetooth 5.3 e Android 14 rodando sob a HyperOS 1.0 (Imagem: Reprodução/FCC)
Foto: Canaltech

Mesmo que não pareça uma surpresa, a adoção da interface moderna é muito bem-vinda, especialmente quando consideramos que alguns celulares intermediários mais avançados da empresa chegaram ao mercado global ainda presos à antiga MIUI.

Fora isso, apesar de não listarem características como processamento, tela e câmeras, os elementos revelados pelos certificados já simbolizam uma evolução notável em comparação às duas versões do Redmi 12. Ambas também contavam com bateria de 5.000 mAh, mas estavam limitadas ao carregamento de apenas 18 W, e são munidas de Android 13 rodando sob a MIUI 14.

Para completar, não há previsão para que os modelos da geração passada recebam a HyperOS, situação problemática se levarmos em conta a importância que a Xiaomi tem destinado à interface mais nova e às propostas de integração da companhia com outros tipos de dispositivos do seu portfólio.

Apesar das informações limitadas, as características citadas pelos documentos indicam que o Redmi 13 pode oferecer boas melhorias frente às versões 4G e 5G do Redmi 12 (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
Apesar das informações limitadas, as características citadas pelos documentos indicam que o Redmi 13 pode oferecer boas melhorias frente às versões 4G e 5G do Redmi 12 (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
Foto: Canaltech

Ainda não se sabe quando o Redmi 13 será revelado, mas o número de modelo pode nos dar uma pista: apesar de não ser uma regra geral e precisa, os identificadores usados pela fabricante costumam usar os quatro primeiros dígitos para indicar o ano e o mês planejados para o lançamento do smartphone. No caso, o 2404 sinaliza que a revelação pode acontecer já neste mês — devemos ter novidades, sejam oficiais ou via vazamentos, nos próximos dias.

Fonte: MySmartPrice

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade