PUBLICIDADE

O cérebro pode aprender mais rápido se você gostar da pessoa

O cérebro processa informações de forma diferente, com base em quem faz o discurso. Se é alguém que a pessoa gosta, o aprendizado acontece mais rápido

27 fev 2024 - 13h25
(atualizado às 17h33)
Compartilhar
Exibir comentários

O cérebro é programado para aprender com mais facilidade ao receber informações de alguém que a pessoa gostar. Essa é a informação apresentada em um novo artigo da Communications Psychology. De acordo com os neurocientistas da Lund University (Suécia), o ser humano processa um discurso de forma diferente, dependendo de quem fala.

Foto: Freepik / Canaltech

Na teoria, isso faz sentido: aprender com um professor que você gosta parece muito mais certo do que aprender a matéria daquele professor que a turma não suporta. O estudo sueco vai além e tenta explicar por que isso acontece. Para examinar o que afeta a capacidade de aprender, o grupo organizou experiências onde os participantes precisaram lembrar e ligar diferentes objetos.

Por meio desses testes, os suecos descobriram que a capacidade de lembrar e conectar informações através de eventos de aprendizagem foi influenciada por quem as apresentou.

Ou seja: se fosse uma pessoa de quem o participante do estudo gostava, conectar as informações foi um processo mais fácil do que quando as informações vinham de alguém de quem o participante não gostava. Os participantes forneceram definições individuais de "gosto" e "não gosto" com base em aspectos como opiniões políticas, formação, hábitos alimentares, esportes favoritos, hobbies e música.

Os autores reconhecem que o estudo mostra "como fenômenos significativos podem ser parcialmente atribuídos aos princípios fundamentais que regem o funcionamento da nossa memória".

O cérebro não é imparcial

A conclusão do grupo é que estamos mais inclinados a formar novas conexões e atualizar conhecimentos a partir de informações apresentadas por pessoas, organizações ou grupos a que somos favoráveis.

O cérebro pode aprender mais rápido se o discurso for feito por alguém que você gosta (Imagem: mohdizzuanbinroslan/envato)
O cérebro pode aprender mais rápido se o discurso for feito por alguém que você gosta (Imagem: mohdizzuanbinroslan/envato)
Foto: Canaltech

A teoria é que esses grupos preferidos normalmente fornecem informações que se alinham com nossas crenças e ideias pré-existentes. A proposta do grupo é compreender as raízes da polarização e da resistência a novos conhecimentos.

Como o cérebro aprende mais rápido?

Algumas influências externas podem fazer com que o cérebro processe as informações de maneira mais rápida.

Pequenas pausas

Um estudo da Cell Reports diz que pequenas pausas ajudam o cérebro a aprender coisas novas. O pensamento que leva a essa conclusão é que o órgão faz uma recapitulação do que foi aprendido, justamente pra poder reforçar o aprendizado recém-absorvido.

Esquecimento

Outro artigo disponível na Cell Reports menciona, ainda, que o esquecimento é uma forma de aprendizado. Com testes feitos em roedores, os cientistas notaram um grupo de células cerebrais que armazenam uma memória específica e o funcionamento dessas células após o esquecimento. Estimular essas células pode facilitar na hora de recuperar as memórias perdidas.

Logo, além de aprender mais rápido se você gostar da pessoa, o cérebro também tem alguns "segredos" por trás do aprendizado. Cabe aos cientistas, através de estudos cada vez mais complexos, desvendar o órgão.

Fonte: Communications Psychology

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade