PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Intel vendeu mais produtos que Apple e AMD juntas no fim de 2023

Levantamento feito pela agência Canalys aponta que a Intel vendeu 50 milhões de produtos com sua tecnologia. As vendas são maiores que Apple e AMD somadas

12 mar 2024 - 13h06
(atualizado às 16h15)
Compartilhar
Exibir comentários

Com lançamentos importantes realizados no fim de 2023, a Intel mostrou sua dominância no mercado de hardware e vendeu mais unidades de PCs do que a Apple e AMD juntas. Segundo dados da agência Canalys, especialista em análises sobre a indústria de tecnologias emergentes, o Time Azul comercializou cerca de 50 milhões de produtos somente no quarto trimestre de 2023.

Foto: Wallace Moté/Canaltech / Canaltech

O total é 3% superior em relação ao mesmo período de 2022 e evidencia uma distância gigantesca em relação à segunda colocada, a AMD. A companhia comandanda por Lisa Su totalizou 8 milhões de unidades comercializadas, enquanto a Apple somou 6 milhões de produtos de vendidos.

Quando o assunto é receita, a Intel também se manteve à frente: a companhia faturou US$ 40 bilhões no último trimestre de 2023. Todavia, um fato curioso acontece com a AMD, que levantou apenas US$ 5 bilhões e a Apple conseguiu arrecadar US$ 8 bilhões. Ou seja, mesmo que tenha vendido mais que a Maçã, a AMD não conseguiu superar a concorrente em termos financeiros.

Lenovo é a maior parceira da Intel e AMD

Outros dados levantados pela Canalys mostram quais as empresas parceiras que mais tiveram unidades vendidas com CPUs da Intel e AMD. A Lenovo se mantém firme na casa dos 25% e foi a companhia que mais teve produtos vendidos com tecnologias da Intel, enquanto do lado da AMD esse número aumenta para incríveis 40%. Marcas como HP e Acer também aparecem nos dados da agência, mostrando fortes relações com as duas fabricantes de chips. 

Sobre as preferências de consumo dos usuários, o mercado de computadores de mesa é o favorito entre os consumidores da Ásia e boa parte dos territórios europeus e africanos. Em contrapartida, a China e uma pequena porcentagem da América Latina preferem os notebooks. Já na América do Norte a preferência é pelos tablets

A Intel tem se destacado na categoria de processadores intermediários e topo de linha (Imagem: Felipe Vidal/Canaltech)
A Intel tem se destacado na categoria de processadores intermediários e topo de linha (Imagem: Felipe Vidal/Canaltech)
Foto: Canaltech

Com muito foco em inteligência artificial, a Intel vai retomando sua força, mas vê a AMD ganhar espaço, principalmente em segmentos de entrada. A ideia da companhia liderada por Pat Gelsinger é vender 100 milhões de AI PCs até 2025

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade