PUBLICIDADE

Bard agora usa a tecnologia Gemini para criar conteúdo

Chatbot do Google, o Bard começa hoje a usar a nova tecnologia Gemini e prepara a chegada de uma versão Advanced para 2024

6 dez 2023 - 14h01
(atualizado às 17h04)
Compartilhar
Exibir comentários

Naquilo que é definido pelo Google como a maior atualização realizada até o momento em seu chatbot, o Bard começa a usar a tecnologia Gemini a partir desta quarta-feira (6). A novidade foi anunciada hoje pela empresa e incrementa as capacidades de raciocínio e geração de conteúdo da IA.

Foto: Divulgação/Google / Canaltech

Além disso, o Google prepara uma versão extra e mais potente do chatbot em algum momento de 2024: chamada de Bard Advanced, ela soa como uma espécie de "ChatGPT Plus do Google" (definição nossa) e será abastecida pelo Gemini Ultra, a variante mais potente do modelo fundacional.

Bard com Gemini

O Bard que você pode usar hoje terá em seu motor a tecnologia Gemini Pro, versão intermediária do modelo do Google — que conta ainda com a versão Nano, menor, com foco em eficiência e que vai rodar localmente em dispositivos móveis.

"Ajustamos o Gemini Pro no Bard para ser mais capaz de realizar coisas como compreensão, resumo, raciocínio, criação de código e planejamento", explica a vice-presidente e diretora de produto do Google Assistente e do Bard, Sissie Hsiao.

"E estamos colhendo frutos: em testes cegos com avaliadores externos, o Bard é agora o chatbot gratuito preferido em comparação com alternativas de ponta", classifica.

Gemini chega ao Bard a partir desta quarta-feira (6) (Imagem: Divulgação/Google)
Gemini chega ao Bard a partir desta quarta-feira (6) (Imagem: Divulgação/Google)
Foto: Canaltech

E se você achou que a expressão "alternativas de ponta" se refere ao ChatGPT, parece que é isso mesmo: o Google revela que o Gemini Pro se saiu melhor que o GPT-3.5 (modelo de linguagem do ChatGPT gratuito) em seis de oito benchmarks de padrão industrial.

Isso inclui até mesmo o MMLU (Massive Multitask Language Understanding ou Compreensão Massiva de Linguagem Multitarefa, em tradução livre) — "um dos principais padrões para medir grandes modelos de IA", explica o Google — e o GSM8K, usado para avaliar raciocínio matemático de nível primário.

Mão na massa

Numa demonstração liberada pelo Google, o youtuber Mark Rober pede ajuda para o Bard para criar o avião de papel perfeito. O chatbot elabora todo um roteiro avançado e detalhado com diversas opções, modelos de teste e formas de avaliar cada criação a fim de chegar ao resultado final supremo. 

Apesar do tema leve, a iniciativa mostra um potencial do Bard com Gemini para impulsionar avanços científicos em diversas áreas.

Bard Advanced vem aí

Outra novidade confirmada pelo Google é que o "Bard Advanced" será lançado em 2024. A versão extra do chatbot será equipada com o Gemini Ultra, a versão mais potente e aprimorada do pacote, desenvolvida para resolver problemas complexos, e deve ser capaz de realizar interações mais avançadas.

Um vídeo demonstração do Gemini Ultra mostra alguém interagindo de maneira muito natural e de forma multimodal com o Gemini, mostrando coisas diante de uma câmera e recebendo respostas em áudio geradas na hora. A pessoa também fala com o assistente virtual, o que indica que essa troca de "fonte de entrada" de texto, imagem e áudio acontece de maneira sutil.

O Google não confirmou que o Bard Advanced será assim, mas é possível especular que a iniciativa vá oferecer algo próximo a isso.

Gratuito ou pago?

Apesar de confirmar essa edição extra do Bard, o Google não citou funções específicas nem se tudo será oferecido gratuitamente ao público. Porém, é possível imaginar que ela funcionará aos moldes do ChatGPT Plus, ou seja, por meio de assinatura paga.

Ao ser questionada sobre isso durante a coletiva de lançamento do Gemini, Sissie Hsiao não comentou sobre o possível modelo de negócio da iniciativa.

"Estamos focados em trazer a melhor experiência às pessoas neste momento e não temos nada específico sobre monetização para compartilhar por enquanto", explicou a executiva.

Como o Google ainda realiza os últimos ajustes no Gemini Ultra, a novidade por enquanto segue restrita a círculos de testes. E também não há uma previsão exata de quando ela chegará ao público amplo por meio do Bard Advanced.

Já disponível

No momento do lançamento, o Gemini no Bard estará disponível em mais de 170 países, porém apenas no idioma inglês. Para testá-lo, portanto, você deve ir às configurações da sua Conta Google (myaccount.google.com/language) e escolher esta língua como padrão — lembrando que isso altera o idioma em todos os serviços associados ao seu perfil.

Gemini

Gemini é o novo modelo fundacional do Google que vai abastecer Bard, Android e, futuramente, outros produtos do Google. Ele se destaca por ser multimodal, ou seja, ter suporte a comandos em texto, imagem ou áudio, por exemplo, e apresenta recursos avançados de compreensão, capacidade de resolução de cálculos e criação de conteúdo com inteligência artificial generativa.

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade