PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Bactérias vivem ao redor do câncer em metástase

Após analisar 4 mil amostras de tumores, cientistas descobrem que diferentes tipos de bactérias se desenvolvem ao redor do câncer, o que pode limitar a terapia

12 abr 2024 - 13h24
(atualizado às 17h42)
Compartilhar
Exibir comentários

Bilhões de microrganismos vivem em perfeita sintonia no corpo humano. Inclusive, ter um rico microbioma intestinal está associado a inúmeros benefícios para a saúde. No entanto, os cientistas não sabiam que, ao redor de casos de câncer em metástase, algumas bactérias também se proliferam, criando comunidades.  

Foto: National Cancer Institute/Unsplash / Canaltech

"Surpreendentemente, não são apenas as metástases do câncer de cólon que contêm muitas bactérias", afirma Thomas Battaglia, pesquisador do Instituto Holandês do Câncer (NKI), em nota.

Os microrganismos "inesperados" foram identificados a partir de análises de 4 mil tumores, envolvendo 26 tipos diferentes de câncer, explica Battaglia. No total, o que se observa é uma rica diversidade entre essas bactérias. 

"As bactérias exatas presentes em uma metástase estão fortemente relacionadas à localização dessa metástase no corpo, às condições e ao tipo de câncer", acrescenta o cientista. Agora, a ideia é compreender melhor como esses patógenos interagem com as células cancerígenas, piorando ou contendo a doença, por exemplo. 

Relação entre câncer e bactérias

Publicado na revista científica Cell, o estudo holândes analisou o material genético encontrado em milhares de amostras de tecidos atingidos por algum câncer em metástase. Nesse material, também é possível identificar as bactérias presentes.

Basicamente, foram encontradas as bactérias mais variadas possíveis ao redor dos tumores. Por exemplo, algumas conseguiam viver sem oxigênio (bactérias anaeróbicas), enquanto outras dependiam 100% dele (aeróbicas). Além disso, foram identificadas tanto bactérias gram-positivas quanto gram-negativas.

Entre alguns dos gêneros de bactérias observadas entre os cânceres, estão:

  • Actinomyces;
  • Bacteroidetes;
  • Bifidobacterium;
  • Prevotella;
  • Fusobacterium

Bactérias afetam o tratamento oncológico

De forma preliminar, os pesquisadores afirmam que certas bactérias foram associadas a uma pior resposta à imunoterapia. Por exemplo, em pacientes com câncer de pulmão em metástase, o tratamento foi pouco efetivo em indivíduos com grandes populações de bactérias do gênero Fusobacterium. Isso quando se compara os efeitos com aqueles sem este patógeno.

"Nosso trabalho abre caminho para a exploração de novas formas de terapia, como o tratamento contra bactérias que podem ajudar o tumor [a se proliferar]", afirma Iris Mimpen, que também é pesquisadora do NKI. 

Cientistas descobrem que bactérias se desenvolvem ao redor do câncer em metástase e que elas podem dificultar o tratamento (Imagem: CDC/Unsplash)
Cientistas descobrem que bactérias se desenvolvem ao redor do câncer em metástase e que elas podem dificultar o tratamento (Imagem: CDC/Unsplash)
Foto: Canaltech

Em paralelo, é preciso responder inúmeras respostas sobre essas bactérias, incluindo como elas chegam até os tumores e de que maneira influenciam a evolução do quadro oncológico. De forma conjunta, precisarão ser avaliadas formas de combatê-las, sem piorar o estado de saúde do paciente.

Fonte: Cell e NKI  

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade