PUBLICIDADE

Atividades físicas trazem benefícios à saúde mental de crianças e adolescentes

Segundo os especialistas, exercícios físicos favorecem o desenvolvimento psicossocial dos jovens, beneficiando a autoconfiança e também a interação social

26 set 2022 - 11h01
Compartilhar
Exibir comentários

Já descobrimos que as atividades físicas podem impactar positivamente a saúde mental do ser humano, com direito inclusive a uma eficácia contra depressão e oferecendo prevenção do Alzheimer. Agora, especialistas ressaltam benefícios também na população infantil e adolescente, com uma concentração maior na hora dos estudos e até um sono de qualidade.

Foto: Amber Faust/Unsplash / Canaltech

De acordo com os médicos Thanguy e Patrícia Friço, autores do livro Pais saudáveis = Filhos Saudáveis, a prática de atividade física atua no cérebro para diminuir a produção de adrenalina e de cortisol, hormônios responsáveis pelo estresse e aumentar os hormônios do bem-estar, como serotonina e endorfina. Isso ajuda no controle de sintomas relacionados à ansiedade e à depressão.

Os autores pontuam que exercícios físicos regulares também favorecem o desenvolvimento psicossocial dos jovens, criando oportunidades de autoexpressão que lhes proporcionam mais autoconfiança e interação social. "Manter o corpo em movimento contribui ainda para aumentar a concentração na hora dos estudos, melhorando assim o desempenho escolar", ressaltam.

Atividades físicas melhoram a qualidade do sono

Atividades físicas trazem benefícios à saúde mental de crianças e adolescentes (Imagem: Lars Bo Nielsen/Unsplash)
Atividades físicas trazem benefícios à saúde mental de crianças e adolescentes (Imagem: Lars Bo Nielsen/Unsplash)
Foto: Canaltech

Outro impacto positivo de exercícios físicos em adolescentes é a melhora da qualidade do sono, já que quando se pratica atividades todos os dias, o corpo se cansa e fica mais fácil adormecer. Além disso, adolescentes que praticam atividades físicas adotam rapidamente outros comportamentos saudáveis, como evitar o uso de tabaco, álcool e drogas.

A respeito da frequência com que os adolescentes devem praticar atividade física, os médicos declaram que, segundo o Instituto Nacional de Saúde Mental dos Estados Unidos (National Institute of Mental Health, também conhecido como NIMH), a recomendação é de aproximadamente 60 minutos diários.

Os escritores comentam que são inúmeras as atividades que podem ser realizadas na escola, em casa e com amigos, que contribuem para a promoção do bem-estar de uma maneira geral. Segundo eles, o principal critério da escolha, no entanto, deve ser o interesse despertado pela atividade física, já que sem interesse, tudo fica mais difícil.

O casal de médicos lembra que fazer atividade física não é necessariamente praticar esportes ou realizar exercícios físicos. Podem ser simples afazeres domésticos, como varrer, lavar e limpar, baixar e levantar, passear com o cachorro no final da tarde ou usar a escada em vez do elevador.

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade