PUBLICIDADE

Apple deveria lançar iPhone SE mais barato para países emergentes

Apple prepara iPhone SE 3 com tela grande, chip mais avançado e preço maior; empresa deveria focar em reduzir preço do seu iPhone mais barato, não aumentar

24 abr 2024 - 21h21
(atualizado em 25/4/2024 às 11h51)
Compartilhar
Exibir comentários

A Apple trabalha no iPhone SE de 4ª geração com grandes mudanças segundo os vazamentos recentes mais confiáveis. O futuro modelo de "baixo custo" da marca é esperado com tela grande de tecnologia OLED, novo design, Face ID e chip mais avançado, mas tais melhorias também podem resultar em um aumento indesejado no preço.

Foto: Apple / Canaltech

Como destaca o jornalista Mark Gurman, "desde que o iPhone original foi colocado à venda, existem pedidos por um modelo mais barato".

A empresa fez tentativas de versões mais acessíveis como o iPhone 5C em 2013 - cuja estratégia problemática não deu certo - e com o mais certeiro iPhone SE de primeira geração em 2016, que ganhou duas atualizações até agora.

Entretanto, a Apple segue negligenciando a demanda por preços ainda menores em países emergentes e, com a estreia do iPhone SE 4 em 2025 com um custo maior, a marca pode não ver uma recuperação desejada.

Apple tem investido em novas lojas físicas na China e em países emergentes como Tailândia e Malásia, além de loja online no Vietnã, mas cenário atual não mudará a menos que a empresa oferte celulares mais acessíveis (Imagem: Reprodução/Apple)
Apple tem investido em novas lojas físicas na China e em países emergentes como Tailândia e Malásia, além de loja online no Vietnã, mas cenário atual não mudará a menos que a empresa oferte celulares mais acessíveis (Imagem: Reprodução/Apple)
Foto: Canaltech

Enquanto fabricantes chinesas aumentam a popularidade em todo o mundo graças ao enorme investimento em celulares baratos, o iPhone "mais acessível" da atualidade tem um elevado valor de referência de US$ 429 (R$ 2.000 em conversão direta) nos Estados Unidos, sendo vendido por R$ 4.299 no Brasil.

A Apple viu as vendas de seus smartphones caírem 19% na China no primeiro trimestre do ano segundo análise da Counterpoint, sendo este o pior desempenho da empresa desde 2020.

Os preços elevados de seus smartphones e a forte competição de marcas locais como Huawei, Xiaomi, Oppo e outras fazem com que o público deixe de dar prioridade à Maçã por razões extremamente justificáveis.

Novo iPhone SE de 4ª geração é esperado com corpo de iPhone 14, tela OLED de 6,1 polegadas e única câmera traseira, mas mudanças podem refletir em aumento de preço (Imagem: Victor Carvalho/Canaltech)
Novo iPhone SE de 4ª geração é esperado com corpo de iPhone 14, tela OLED de 6,1 polegadas e única câmera traseira, mas mudanças podem refletir em aumento de preço (Imagem: Victor Carvalho/Canaltech)
Foto: Canaltech

Apple não quer diluir prestígio da marca com celular barato

Gurman ressalta que, se a Apple quer investir de verdade no mercado emergente, deveria desenvolver um iPhone com faixa de preço de US$ 250 (~R$ 1.300), quase a metade do preço do iPhone SE atual.

Um iPhone mais acessível poderia ser facilmente construído substituindo a tela OLED por um painel LCD equivalente ao do iPhone 11, além de oferecer sensores fotográficos de algumas gerações passadas, um processador ainda muito eficiente de dois ou três anos atrás e corpo inteiramente de plástico ou metal.

Entretanto, o jornalista diz que a Apple tem evitado lançar produtos mais baratos para não diluir o prestígio "premium" da marca, e este seria o motivo pelo qual a empresa não estaria interessada em progredir com a estreia de um iPhone verdadeiramente acessível.

iPhone SE (4ª geração) chega em 2025

Rumores confiáveis apontam que o iPhone SE 4 será lançado no início do próximo ano com design do iPhone 14, oferecendo tela OLED de 6,1 polegadas com entalhe largo para Face ID, tampa traseira de vidro, estrutura em liga de alumínio Série 7000 e uma câmera traseira.

O dispositivo deve adotar o chip A16 Bionic utilizado no iPhone 14 Pro de 2022 e iPhone 15 de 2023 e aderir ao conector USB-C.

Tais mudanças seriam suficientes para fazer o iPhone SE 4 custar ainda mais que os US$ 429 da versão atual.

Fonte: Bloomberg

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade