R.Dominicana e Cazaquistão assinam acordo de cooperação em turismo

9 jun 2017
17h42
  • separator
  • comentários

A República Dominicana e o Cazaquistão assinaram nesta sexta-feira um memorando sobre cooperação turística com o propósito de fomentar, melhorar e apoiar os esforços e atividades das instituições profissionais e outros organismos relacionados com o setor.

De acordo com um comunicado da Chancelaria dominicana, as partes se comprometem a dar especial atenção ao desenvolvimento das relações turísticas como meio para fortalecer as suas economias e melhorar o conhecimento recíproco das suas respectivas culturas com o intercâmbio de experiências em matéria de financiamento e criação de capacidades das pequenas e médias empresas nesse âmbito.

O pacto foi oficializado em um ato liderado pelo chanceler dominicano, Miguel Vargas, e o ministro de Cultura e Esportes do Cazaquistão, Arystanbek Mukhamediuly, que também coordena os assuntos turísticos do governo.

Ambos ressaltaram a importância dos acordos assinados em diferentes áreas durante a visita oficial de três dias de Vargas ao país asiático, no marco da participação da República Dominicana na exposição internacional Expo-2017, que tem como tema "Futuro Global da Energia" e será realizada entre de 10 de junho e 10 de setembro deste ano.

O ministro de Relações Exteriores dominicano disse que para o seu país é de "grande interesse ter fortalecidas as relações bilaterais com o Cazaquistão".

Vargas também manifestou sua disposição a compartilhar com o Cazaquistão a sua experiência acumulada no setor do turismo, que representa a maior fonte de divisas para o país.

Como exemplo, Vargas explicou que em 2016 seu país recebeu quase seis milhões de turistas, mas que a meta é alcançar os dez milhões de visitantes até 2020.

O ministro afirmou, além disso, que no ano passado um total de 4,5 mil cidadãos cazaques viajaram para a República Dominicana, um número que espera que seja superado em 2017.

Por sua vez, Mukhamediuly também destacou que será positivo para as duas nações os acordos assinados, em particular no turismo, atividade empresarial com a qual lhe interessa "muitíssimo aprender com a República Dominicana".

O Cazaquistão fixou como meta para 2025 receber cerca de oito milhões de visitantes por ano, algo que pretende conseguir "estudando o exemplo dominicano", disse o ministro.

Outro aspecto do acordo dispõe a cooperação em relação às experiências dos especialistas em formação profissional, através da organização de seminários "para a sensibilização em matéria de turismo, a melhora e a aplicação de programas de formação para o pessoal dos setores de alojamento e alimentação e bebidas".

"No marco do turismo sustentável, as partes cooperarão no marco de um subtítulo especial, decidido por unanimidade, promovendo o intercâmbio de informação e experiências nos programas de qualidade, desenvolvimento sustentável e inovação tecnológica", diz o documento assinado.

Também se destaca o aspecto de formação dos seus respectivos recursos humanos e o intercâmbio de informação sobre possíveis programas de bolsas de estudos e novas ajudas relacionadas com estudos turísticos, bem como de promoção e marketing online através de modelos de sucessos de destinos e tecnologias turísticas.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade