2 eventos ao vivo

Whindersson sobre melhora na depressão: "encontrei sentido"

O humorista abriu o jogo sobre tudo que está enfrentando e como descobriu a doença

15 jul 2019
10h07
atualizado às 10h41
  • separator
  • 8
  • comentários

A depressão de Whindersson Nunes foi discutida em uma entrevista para o Fantástico, neste domingo (14). O humorista já vem enfrentando a doença há alguns meses, porém só agora se sentiu confortável para falar sobre tudo que passou. Confira mais detalhes!

A depressão de Whindersson Nunes apresenta melhora

Whindersson é um dos maiores humoristas e youtubers do momento. Ele tem milhões de seguidores no Instagram e YouTube, além de possuir uma agenda lotada o tempo todo. Contudo, viver essa rotina corrida foi um agravante para a sua depressão.

O problema não foi percebido nem pelos fãs e nem por ele próprio de início. O comediante contou que só "não sentia tanta vontade de viver" e que "estava triste fazia alguns anos".

Com todo esse sentimento de infelicidade, Whindersson cancelou seus shows por três meses e procurou ajuda de um profissional. Sendo assim, foi diagnóstico com a doença.

Questionado pela repórter sobre a depressão, o astro falou como se sentiu ao descobrir o quadro sendo uma figura pública. Por vezes ele pensou que era errado passar por isso, pois Whindersson tinha tudo que as pessoas sonhavam em ter algum dia: dinheiro, estabilidade, casamento perfeito, entre outros.

"Assim… É justo o questionamento das pessoas. É justo. Poxa, tem tudo, tem dinheiro, tem a viagem dos sonhos, tem isso, tem aquilo. E eu que sou trabalhador, brasileiro, trabalho de 6 às 18h, tenho criança pra sustentar, tenho três filhos e isso e aquilo, eu que deveria ter. Tipo… Não é algo que me revolta, porque a pessoa fala isso", disse.

View this post on Instagram

Eu nem sei dizer o tanto que eu te amo.

A post shared by Luísa Gerloff Sonza (@luisasonza) on Jun 29, 2019 at 6:39pm PDT

Dinheiro era um grande questionamento para o Whindersson 

"Na verdade, é um problema pra mim. Porque eu penso: Poxa, realmente eu não devia ter passado por isso". Depois disso, Whind procurou ajuda de profissionais e chegou a conclusão que o trabalho em excesso pode fazer mal à sanidade mental. 

"Eu virei um cara que tenho as minhas coisinhas e tudo mais. Mas você chega naquele momento e fica: e aí? Dinheiro, dinheiro, dinheiro e ai? O que eu vou fazer? Eu posso pagar os melhores profissionais, mas tem gente que não pode", contou o humorista.

Uma ideia brilhante

Para ajudar as pessoas que não apresentam boas condições de vida e que não podem pagar por um psicólogo/psiquiatra, Whindersson está desenvolvendo um aplicativo pensando em quem sofre com depressão.

"A intenção do aplicativo é conectar gente que precisa de ajuda com gente que pode ajudar. Só que essas pessoas que querem ajudar são profissionais, voluntários", explica.

Atualmente, a depressão de Whindersson Nunes apresenta uma grande melhora. "Hoje eu me sinto bem pra falar e, quem quiser perguntar, pode perguntar e eu vou falar. Eu me sinto feliz, eu me sinto uma pessoa feliz. Sinto que eu estou fazendo o que tinha pra fazer, que eu encontrei um sentido", afirma.

Veja também

 

Todateen
  • separator
  • 8
  • comentários
publicidade